Animais

Abdominais à vista? IRA prepara-se para lançar calendário solidário de Natal

A novidade levou os portugueses à loucura. Já foi partilhado o primeiro teaser da sessão fotográfica com operacionais e animais.
Aguenta, coração.

“Venham de lá esses abdominais”. Foi assim que o público reagiu à novidade do grupo de Intervenção e Resgate Animal (IRA). Mas a organização avançou logo: “Esse é dos bombeiros. O nosso é diferente”. Ainda assim, que venham os suspiros. Os reconhecidos “bad boys” mais adorados do País vão protagonizar um calendário para 2024 ao lado dos animais resgatados — os cães não serão os únicos.

A organização partilhou este domingo, 26, o teaser da sessão fotográfica e, apesar de ainda não ter data para as esperadas imagens, nem ter sido revelado o preço do calendário solidário, os portugueses já estão a ir à loucura. “Vai ser verão o ano inteiro”, comentou uma utilizadora. “Estão para adoção?”, brincou outra. Já uma terceira, acrescentou: “Foram todos resgatados? Têm um ar muito saudável, cheira-me que isto vai correr tão bem…”.

Os operacionais irão posar ao lado de cães, cavalos e de alguns equipamentos que a organização tem adquirido para auxiliar nos resgates no último ano, como a moto 4. Já os animais (os cães, pelo menos), vão estar com os peitorais do grupo de resgate.

View this post on Instagram

 

A post shared by Intervenção e Resgate Animal (@intervencaoresgateanimal)

O último ano tem sido repleto de conquistas para o IRA. Depois de anunciar a Unidade de Apoio a Catástrofes (UAC) em dezembro passado, em fevereiro o grupo partiu em direção à Turquia em sequência do sismo que abalou o país. Em abril, apresentou a Ambulância Animal, o projeto que nasceu de uma parceria com os Bombeiros Voluntários de Camarate. A viatura tem sido essencial para ajudar a organização nos resgates que faz diariamente pelo País.

Já em setembro, inaugurou um novo centro veterinário no número 19A na Avenida General Roçadas, em Lisboa. O espaço conta com três consultórios, sendo um exclusivo para gatos, uma sala de cirurgia com “materiais recentes e inovadores”, um laboratório, uma sala de espera divida para canídeos e felinos e uma sala de recobro para a sua recuperação.

Agora, o próximo passo é uma quinta pedagógica que já tem um local definido: no município de Arruda dos Vinhos. Este mês, O IRA partilhou um pedido de ajuda nas redes sociais à procura de um topógrafo e de um arquiteto para seguir com o projeto.

Enquanto espera pelo calendário português, recorde os momentos escaldantes dos bombeiros australianos, norte-americanos e canadianos ao lado dos animais.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT