Animais

Achava que o cão estava sempre a ignorá-la. Mas afinal, ele só percebia espanhol

Desde que chegou, o Pitbull não respondia aos comandos da família de acolhimento. Até que um dia tudo mudou...
Está a aprender uma nova língua.

Monty, um Pitbull de cerca de um ano, foi recebido por uma família de acolhimento temporário (FAT) há menos de um mês. Em casa, Ariana Giampietro, de 26 anos, estranhou o comportamento do cão, que parecia nunca obedecer os seus comandos em inglês. Mas após uma semana de pura confusão, o mistério foi desvendado: o patudo só percebe espanhol.

Quando viu que o cão não estava a responder, Ariana resolveu entrar em contacto com o abrigo para saber mais sobre o seu passado. A jovem descobriu que, anteriormente, Monty havia vivido numa quinta com uma família espanhola. Após pesquisas e ajuda do seu companheiro Andrew Gomez, de 27 anos e fluente em espanhol, aprendeu a dizer algumas palavras.

“Estava com Monty há oito dias e fiquei realmente muito confusa com o porquê dele não responder aos meus comandos. Era notório que ele estava atento ao que eu estava dizer e que queria fazer algo, mas não entendia o quê”, contou ao jornal “Mirror UK”. Porém, quando os repetiu em espanhol, ficou surpreendida ao ver o Pitbull obedecê-los.

“Desde que começámos a falar em espanhol com ele, a sua adaptação melhorou. Ele agora está sempre a correr para todo o lado e tem mais confiança em nós porque percebeu que não somos estranhos”, partilhou.

O cão bilíngue

Ariana Giampietro decidiu tornar-se FAT de cães após perder o seu companheiro de quatro patas em novembro de 2022. Jack, um Pitbull, morreu de cancro aos sete anos. Desde então, a jovem tem feito o que pode para ajudar a raça vítima de vários estereótipos negativos.

“Antes de ter o Jack, nunca percebi o quão carinhosos os Pitbulls são. São muito queridos e leais”, frisou. “Quis que a minha missão de vida fosse aumentar a conscientização sobre isso, porque existe o estigma de que todos são violentos e não podem ser treinados — o que não é verdade”.

Após fazer a inscrição para ser FAT num abrigo local, na Flórida, nos Estados Unidos, a jovem acolheu Monty e a novela começou. Mas agora que finalmente descobriu a língua materna do cão, tudo está a correr bem. “Achamos que ele está no caminho para se tornar bilíngue”, disse. Ariana e o seu marido  estão a ensinar inglês para o Pitbull, que em breve irá encontrar uma família para chamar de sua.

Ao “Metro UK”, confessou que além de ter a ajuda do marido, tem aprendido espanhol com a ajuda do Duolingo, uma app para aprender novos idiomas. A jovem disse que já a tinha descarregada no telemóvel mas nunca a havia usado. “Andrew agora ri porque ter um namorado que fala espanhol nunca me fez comprometer-me com o Duolingo. Mas ter um cão que fala espanhol sim”, brincou.

Carregue na galeria para conhecer Monty, o cão bilíngue.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->