Animais

Aldeia dos Gatos de Sintra precisa de ajuda urgente. “Só sobrevivemos de donativos”

A associação tem 90 gatos ao seu cuidado. É preciso ração, areia, bem como fundos para despesas veterinárias e obras.
Um espaço de amor.

O dia a dia de uma associação da causa animal é feito de sobressaltos: a qualquer hora surge mais um animal a precisar de ajuda, sendo preciso acolhê-lo e muitas vezes levá-lo também ao veterinário, onde poderá ter de ficar internado. A acrescer estão as contas diárias com alimentação, areia e medicação, além das necessidades sempre presentes de produtos de limpeza, agasalhos, desparasitantes e vacinação. Para uma organização que vive do trabalho voluntário, sem ajudas públicas, cada novo dia é mais tentativa de superação para poderem prosseguir. É o que está a acontecer com a Associação Aldeia dos Gatos de Sintra, que precisa desesperadamente de ajuda.

“Todos os meses temos uma despesa fixa de 4.000€, isto sem contas veterinárias. Neste momento temos quatro meninos com carcinoma e as despesas veterinárias são enormes. Só sobrevivemos de donativos”, diz à PiT uma das responsáveis desta associação de proteção de felinos, que tem atualmente 90 gatos ao seu cuidado.

Aos custos mensais fixos soma-se agora a necessidade urgente de fazer obras de manutenção, pelo que a associação, para tentar obter mais apoios, criou uma angariação de fundos através da plataforma de crowdfunding PPL, por meio da qual está a tentar obter 2.500€ até 4 de março – e onde conta atualmente com uma ajuda de 215€.

Aldeia dos Gatos de Sintra
Proteção, conforto, amor e segurança.

Muitos encargos mensais na Aldeia dos Gatos de Sintra

“Todos os meses temos o encargo da renda (800€), luz (120€), água (180€), net (48€), limpeza (500€), ração e patês (2.200€). E ainda acrescem as despesas veterinárias”, diz a associação. Além disso, “a falta de voluntários levou-nos à necessidade de contratarmos uma senhora para nos ajudar com a limpeza do espaço, pois sabemos que para manter os nossos gatinhos saudáveis é necessária a correta higienização de todo o espaço”.

Por outro lado, são necessárias obras. “A humidade tem danificado algumas partes do nosso abrigo, na Tapada das Mercês. E a isso somamos um outro abrigo para os gatos de rua – que necessita sempre de manutenção e atenção, pois a degradação dos materiais é mais rápida no exterior e não nos podemos esquecer daqueles que por algum motivo não podem ser acolhidos”, aponta a Aldeia dos Gatos de Sintra.

“Os pedidos de ajuda não cessam e para continuarmos a atender às necessidades precisamos da vossa ajuda”, apelam as responsáveis da associação. Na campanha de angariação de fundos, a contribuição mínima é de 1€. Quem preferir ajudar com alimentação e areia, todo o apoio é bem-vindo. Basta contactar a Aldeia dos Gatos de Sintra para saber como fazer.

Percorra a galeria e conheça alguns dos gatos para adoção e as instalações repletas de cor, carinho e muitos esconderijos, tocas e túneis, onde todos são tratados com muito amor.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT