Animais

Solidariedade. Lágrimas de Jon Stewart renderam 32 mil euros a associação

Após o humorista anunciar a morte do cão em direto, várias pessoas juntaram-se para enviar dinheiro ao abrigo que salvou Dipper.
Era o seu melhor companheiro.

Bastou Jon Stewart chorar em direto para milhares de amantes de animais sentirem-se comovidos pela situação. Cerca de uma semana depois de anunciar a morte do cão seu Dipper durante o “The Daily Show”, a associação responsável por salvar o Pitbull e ajudá-lo a encontrar um lar ao lado dos Stewart foi bombardeada de ajudas e donativos.

A Animal Haven, em Nova Jérsia, Estados Unidos, partilhou que recebeu mais de 35 mil dólares (32,2 mil euros, à taxa de câmbio atual) num período de uma semana após o apresentador de 61 anos contar a história do Pitbull um dia após a sua morte, aos 12 anos.

“Todos nós chorámos juntos pelo sincero elogio de Jon Stewart ao seu amado cão de três patas, Dipper, adotado na Animal Haven há mais de uma década”, começou por escrever. “Estamos com o coração partido pelos Stewart e sabemos muito bem sobre a dor de perder um animal de estimação. O discurso de Jon tocou muitos de nós que sentimos a mesma tristeza”.

O abrigo continuou: “Estamos honrados por termos recebido uma manifestação de apoio tão incrível em honra e memória de Dipper. E sabemos que este movimento não é apenas sobre ele, é sobre todo e qualquer animal de estimação que amamos e perdemos. O Dipper representa todos os que já resgatámos… e aqueles que ainda precisam ser salvos. Juntos, os amantes e defensores dos animais arrecadaram mais de 35 mil em nome de Dipper, e não podemos agradecer o suficiente a cada um de vocês”.

Para celebrar, ainda em homenagem ao patudo, a Animal Haven irá usar o dinheiro para reduzir todas as taxas de adoção em 100 dólares (92€) durante todo o mês de março, ou seja, será ainda mais fácil para as famílias adotarem os cães disponíveis sem precisarem gastar com os valores muitas vezes pedidos pelos abrigos para suportas despesas como vacinas, microchip, cuidados médicos, entre outros.

“Queremos realizar o desejo de Jon e ajudá-lo a encontrar ‘aquele cão'”, concluiu, fazendo uma referência ao discurso final de Stewart, em que disse que espera que os humanos por aí à fora “encontrem um cão, aquele cão, que seja o melhor”.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Animal Haven (@animalhaven)

Há mais de uma década, Jon Stewart visitou o Animal Haven ao lado dos filhos, que na altura tinham seis e sete anos, e da mulher, Tracey McShane, para ajudar os voluntários a angariarem dinheiro. Para tal, a família fez muffins e montou uma pequena mesa do lado de fora do abrigo para os vender. Em seguida, o abrigo trouxe o Pitbull, que estava para adoção, como o ajudante de quatro patas.

“Fomos embora naquele dia a sentimo-nos muitos felizes por termos ajudado aquela organização”, recordou Stewart. “Mas também fomos embora com um Pitbull tigrado com cerca de um ano e que chamamos de Dipper”. O humorista referiu ainda que o cão o acompanhava todos os dias até ao “The Daily Show”.

Desde 2015, a família do apresentador é proprietária do Hockhockson Farm Foundation, um santuário que acolhe animais muitas vezes vítimas de maus tratos, desde cães e gatos até vacas, porcos, ovelhas e cavalos.

De seguida, carregue na galeria para recordar alguns momentos da família com Dipper e os seus outros animais.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT