Animais

Bombeiros são acionados para alarme falso. E o culpado foi um cão

Bear foi deixado num espaço de grooming e "decidiu" que queria ir para casa — acionou o alarme de fogo.
Bear.

A paciência é uma virtude que nem todos têm. E Bear certamente faz parte deste grupo. No passado sábado, 4 de maio, o cão foi deixado pelos tutores no Canine Cloud Nine, o espaço de grooming que frequenta na cidade norte-americana de Carmel, e acabou por ser o protagonista de um momento caótico que chegou a envolver as autoridades.

O cão já tinha tomado banho e estava pronto para regressar a casa com a família para aproveitar o fim de semana. Contudo, quando viu que continuava ali, decidiu ultrapassar os limites e acionar o alarme de fogo do espaço.

Minutos depois do alerta, uma equipa de bombeiros de uma corporação próxima chegou ao local e foi surpreendida quando a proprietária explicou toda a situação. “O culpado foi identificado como Bear, um Labrador preto”, escreveram as autoridades. “Explicámos a importância de acionar alarmes falsos ao Bear e aos outros cães, que prometeram não fazer isso novamente”.

Os bombeiros, porém, não foram embora assim que perceberam que tudo estava sob controlo. A equipa teve de ficar alguns minutos extra à espera da chegada da empresa de manutenção para desligar o alarme e aproveitou para oferecer alguns mimos aos clientes de quatro patas que ali estavam— e nem Bear ficou de fora.

“Adoramos que uma história tão simples tenha feito tantas aparições nos medias e em todas as plataformas”, escreveu o Canine Cloud Nine. “Talvez tenhamos que dar ao Bear alguns banhos e cuidados gratuitos por toda a publicidade gratuita”, brincou.

De seguida, carregue na galeria para ver como correu todo o momento.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT