Animais

Cadela desaparecida há dois meses é acidentalmente encontrada dentro de caverna

Abby não era vista desde junho e os tutores presumiam que já não estava viva. Um grupo de exploradores provou o contrário.
Abby já está reunida com os tutores.

A espeleologia é conhecida como a ciência responsável por estudar a história das grandes cavernas espalhados pelo mundo, nomeadamente as suas características, formações e evolução ao longo dos anos. No entanto, um grupo de espeleólogos norte-americanos fez uma descoberta um pouco peculiar.

Rick Haley estava a preparar-se para explorar o sistema de cavernas Moore Cave, no estado de Missouri, quando foi alertado por uma das diversas outras equipas presentes no local sobre a presença de uma cadela.

Surpreso mas com vontade de ajudar, Rick, com o auxílio do colega Gerry Keene, conseguiu resgatar o animal colocando-o numa bolsa com a cabeça para fora. A dupla carregou a patuda por cerca de 152 metros numa “subida vertical muito apertada e desajeitada” até a saída da caverna. “Ela cooperou totalmente”, escreveu Rick num post no Facebook. “As fotos contam a história. Ela estava feliz por estar fora”, acrescentou.

Rick e Gerry com a cadela.

Após o resgate, Rick e Gerry entraram em contacto com os bombeiros da região e em grupo, foram de porta em porta a procura do tutor da cadela. Quando finalmente encontraram a casa certa, ficaram a saber que o seu nome é Abby e descobriram um facto surpreendente: ela havia desaparecido no dia 9 de junho, dois meses antes de ser encontrada. 

O Moore Cave, onde estavam as equipas de espeleólogos, é o segundo maior sistema de cavernas do estado de Missouri, contando com mais de 35 quilómetros de comprimento, de acordo com a Fox2. Segundo relatos, na caverna onde Abby foi encontrada, há água corrente com alguns peixes e crustáceos. No entanto, está sempre em total escuridão e não foi possível saber, ao certo, como a cadela foi parar lá ou como conseguiu sobreviver por tanto tempo.

Carregue na galeria para saber mais sobre o resgate.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->