Animais

Cadela sem forças resgatada de estrada pelo IRA. “Vamos mostrar-te o poder do amor”

Foi na zona de Vila Nova de Gaia que a patuda, que recebeu o nome de Lucky, foi encontrada. Está internada para recuperar.
Racool Studio/Freepik

O número de animais negligenciados em Portugal tem vindo a aumentar de forma drástica. Diariamente surgem novos casos, um pouco por todo o país, de cães e gatos tratados de forma desumana. Na quinta-feira, 4 de janeiro, o grupo Intervenção e Resgate Animal (IRA) deparou-se com mais uma situação urgente, ao salvar uma cadela sénior que deambulava numa estrada em Arcozelo – Vila Nova de Gaia. Estava em mau estado e ficou internada a recuperar para ser depois adotada.

“Esta velhota foi encontrada a caminhar sozinha numa estrada em Arcozelo, a chover torrencialmente, notando-se o esforço para se aguentar de pé. Está esquelética, prostrada, sem forças, não tem microchip e vai agora para um hospital veterinário para ser internada de urgência”, explicou o IRA numa primeira publicação a dar conta do resgate.

No vídeo é visível o cansaço da cadela, mas já aliviada por estar em segurança. A patuda, à qual foi dado o nome de Lucky, não possui microchip. “Não sabemos a história dela, mas, pelo seu estado miserável e criminoso, não foi uma história feliz. Agora estás connosco. Agora vamos mostrar-te o poder do amor e da dedicação para a tua recuperação”, escreveu o grupo de resgate, indicando no final do post as várias formas de se poder ajudar.

E, de facto, a sua história não terá sido feliz. No vídeo, quando vai ser acarinhada pela primeira vez, vê-se que tem uma reação de medo. Carinho seria algo a que não estava habituada quando tinha uma mão por perto.

Numa segunda publicação, já na sexta-feira, 5 de janeiro, o IRA trouxe uma atualização que deixou todos os seguidores mais felizes. “A menina Lucky já fez uma série de exames ontem, no hospital onde permanece internada. Está anémica devido à enormidade de parasitas (pulgas e carraças) que tem, está esquelética disfarçada pelo seu pêlo longo e aparenta ter dor na cervical (vai fazer raio-x). Hoje de manhã saiu da box de internamento para vir fazer um xixi. Está com bastante apetite e mostra boa disposição com as pessoas que a rodeiam. Deve estar grata!”, sublinha.


“Pela coleira imaginamos que tenha conseguido escapar de algum local, havendo sinais de ter estado acorrentada muito tempo devido à sua fraca musculatura nos membros posteriores. Vamos continuando a dar notícias desta bebezola que está a conquistar o staff médico do hospital com a sua doçura”, referiu ainda o IRA.

IRA vai colocar Lucky para adoção

Ainda na sexta-feira, nova atualização ao fim do dia. “A menina Lucky é mesmo uma sortuda. Para além das doenças ‘normais’ da idade, vai ter alta amanhã e já poderá ir para um lar temporário ou definitivo. São as melhores notícias que poderíamos ter recebido hoje. Quem quiser candidatar-se à sua adoção ou acolhimento temporário, por favor envie e-mail para geral@nullnira.pt. Se não puderem acolher, partilhem”, aponta a legenda do vídeo – onde se pode ver a patuda a andar um pouco.

Desde 2016 que o IRA tem retirado muitos animais de condições miseráveis. Nestes anos de atuação, o grupo já realizou inúmeras intervenções em incêndios e cheias, centenas de resgates, ações sociais de ajuda aos sem-abrigo, apoio na Ucrânia e Turquia, e ajuda com donativos em géneros a famílias carenciadas. Percorra a galeria para ver alguns dos resgates do IRA no último ano e meio.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT