Animais

Surpresa. Porque têm os cães medo dos seus próprios puns?

Silenciosos ou ruidosos, seja o primeiro ou o centésimo, o seu amigo de quatro patas vai ficar sempre perplexo.
Quando solta gases, fica confuso.

Já reparou que quando o seu cão dá um pum, na maioria das vezes salta e fica perplexo a olhar para o seu próprio traseiro? Fica confuso e por vezes até um pouco assustado pelo “gás” que acabou de sair? Mas porque é que isso acontece?

Uma veterinária do Texas, Sara Ochoa, explicou à The Dodo que existem, fundamentalmente, três motivos para um cão poder assustar-se com a sua própria flatulência.

A primeira delas é que o seu cão não sabe que deu um pum. Pode ser difícil imaginar, mas “a maioria dos cães simplesmente não faz sequer ideia do que é um pum. Eles não têm a capacidade mental necessária para perceberem que acabaram de soltar gases”, diz Sara Ochoa.

Não só o seu cão não compreende o conceito científico de soltar gases como também não está à espera que esse gás possa sair do seu corpo, mesmo acontecendo frequentemente – o que faz com que acabe sempre por ficar confuso, mesmo que seja o seu centésimo punzinho. “Penso que alguns cães ficam surpreendidos por perceberem que acabou de sair algum ar de dentro deles”, afirma a veterinária, que brinca com a situação: “O ar que sai é uma surpresa para eles e, por vezes, uma surpresa mal cheirosa para nós”.

A segunda razão deve-se ao facto de os puns serem, muitas vezes, bastante sonoros. E um barulho inesperado pode desconcertar qualquer um, levando, no caso dos cães, a que fiquem confusos e assustados.

Terceiro motivo: acontecer ao mesmo tempo que outra função corporal. “Já alguma vez lhe aconteceu espirrar e soltar gases ao mesmo tempo? Bem, provavelmente ficou surpreendido se lhe tiver acontecido, pois apenas estaria à espera de uma função corporal. O mesmo pode acontecer com o seu cão”, sublinha a The Dodo, um website sobre animais onde “os pets são família”.

“A minha cadela por vezes tosse e dá um pum ao mesmo tempo, o que a assusta”, contou Sara Ochoa. “Ela não está à espera do pum. Mas quando tosse, tudo se solta (os gases também) e acaba por apanhar um susto”.

Percorra a galeria para perceber melhor as reações do seu patudo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT