Animais

Connie ficou uma semana presa num contentor. Foi preciso um guindaste para a salvar

A cadela foi descoberta entre milhares de outros contentores e estava a oito metros de altura. Ninguém sabe como foi lá parar.
No lugar certo à hora certa.

Um caso insólito está a dar que falar e a protagonista é uma cadela. Se o seu cão também “mete o focinho” onde não deve, esta história é para ele. Connie foi salva na passada quinta-feira, 1 de fevereiro, pela Guarda Costeira após, por acaso, ter sido encontrada por funcionários que estavam a trabalhar num porto em Houston, nos Texas, Estados Unidos.

Quando ouviram latidos e arranhões num dos contentores, os responsáveis por fazer a inspeção dos milhares de contentores que lá estavam, sabiam que algo não estava certo.

Depois de seguirem o som, descobriram finalmente de onde estava a vir. “As probabilidades de a encontrarmos eram muito pequenas”, confessou um deles. Mas a verdade é que a história de Connie não estava perto de acabar — o destino tinha outros planos e os seus salvadores estavam mesmo no lugar certo à hora certa.

Ninguém sabe como ficou presa, mas o mais provável é que fosse de rua e tenha adormecido numa sucata cujos carros e destroços acabaram por ser recolhidos e colocados num contentor. Quando acordou, já não sabia onde estava. Segundo a Guarda Costeira, a patuda foi encontrada com vários materiais de automóveis. Os veterinários estimam que tenha ficado, pelo menos, oito dias presa, sem comida ou água.

O oficial Ryan McMahon disse que está grato por a terem encontrado antes do contentor ter sido colocado num navio cargueiro. “Demoraria, pelo menos, mais uma semana a chegar e ela ficaria duas semanas sem comida ou água. Acho que não teria sobrevivido”, afirmou.

@luloe_ Doing the kings business🫡 #uscg ♬ original sound – Luloe

Connie estava muito magra, desidratada e foi diagnosticada com dirofilariose, popularmente conhecida como “lombriga do coração”. A pequena foi levada levada ao Forever Changed Animal Rescue, um grupo de resgate animal, para iniciar de imediato o tratamento. A história rodou rapidamente o mundo e foram várias as pessoas que se ofereceram para a adotar.

Na terça-feira, 6 de fevereiro, a associação avançou que a cadela irá voar num jato privado da Pilots N Paws, uma organização de pilotos que salvam a vida de vários animais em situações de risco, além de os transportarem para as suas novas famílias. Karan Kapoor e Seuk Kim foram os responsáveis por oferecerem a aeronave e os seus serviços.

“Como podem imaginar, recebemos uma grande quantidade de perguntas e solicitações sobre a Connie. Ela será inicialmente alojada na casa da nossa fundadora e veterinária Andrea Deoudes, onde poderemos aprender mais sobre a sua personalidade e garantir que seja adotada no melhor lar possível”, avançou.

A seguir, carregue na galeria para conhecer Connie, a cadela do contentor.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT