Animais

Ele está pronto para combater o crime. Eis o primeiro Corgi-polícia

Fuzai tem seis meses e desde que foi apresentado pela polícia, tornou-se uma estrela. É adorável e obcecado por comida.
É adorável.

As forças de segurança chinesa cresceram — mas não tanto assim. Fuzai, o novo membro de quatro patas da equipa K9 da Polícia de Weifang,na província oriental de Shandong, foi apresentado pelas autoridades pela primeira vez e está a encantar os amantes de animais. Isso porque o Corgi de seis meses é totalmente diferente dos cães-polícias habituais — tem as pernas curtas e é menos ágil. Mas são precisamente estas características que o tornam especial.

“A sua forte capacidade de adaptação ambiental, insensibilidade, o seu desejo permanente de busca e o seu gosto por comida são particularmente propícios ao nosso treino”, explicou Wang Yanan, chefe da base de cães policiais de Weifang ao jornal estatal “China Daily”. O pequenote é o primeiro Corgi-polícia da China (e possivelmente do mundo) e tem a estatura perfeita para passar por debaixo de viaturas e explorar espaços menores.

Fuzai, que em português significa “miúdo sortudo”, tem até a própria conta no Douyin, a versão chinesa do TikTok. O Corgi bebé integra uma equipa formada por vários cães, entre Pastor-alemão, Rottweiler, Labrador, Cocker Spaniel, entre outros. Diferente dos colegas de trabalho, o pequenote, por vezes, tem de ser carregado ao colo pelo tutor. O motivo? Tem as pernas curtas demais para acompanhar os restantes.

O Corgi está a ser treinado desde os dois meses, e desde o início, Wang Yanan afirmou que o seu desempenho superou o de muitos cães-polícias da mesma idade. “Estes cães não são apenas fofos, mas os treinadores trabalharam muito e esforçaram-se ainda mais para os transformarem em profissionais”, frisou.

Por outro lado, não é a primeira vez que um membro da equipa K9 chinesa encanta o público. Em 2021, uma esquadra da província de Liaoning tornou-se rapidamente viral após pedirem aos cidadãos para adotarem aqueles cães que tinham falhado os treinos por serem demasiados “tímidos”, “fracos” ou “frágeis”.

Fuzai, porém, não tem nenhuma dessas características e apesar de no momento integrar apenas a equipa reserva, tudo indica que vai ter um futuro brilhante a fazer aquilo que os cães maiores não conseguem.

A seguir, carregue na galeria para conhecer o novo funcionário da polícia chinesa.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT