Animais

Estúdio de tatuagem em Almada junta quase 600 quilos de ração para doar a canil

Os amantes de animais juntaram-se para homenagear os seus patudos e ajudarem os mais carentes. É um novo recorde.
Foi um sucesso.

A terceira foi mesmo de vez. Em apenas um dia, este domingo, 5 de maio, o Piramid Tattoo Studio fez 24 tatuagens e juntou cerca de 580 quilos de ração para doar ao Canil da Aroeira. Os números atingiram novos recordes na 3.ª edição do evento solidário, pensado pelos proprietários do estúdio de tatuagem em Almada, Ivan e Ana Sacara.

“Foi um crescimento brutal”, diz à PiT o casal. Na primeira edição, que decorreu a 2 de julho de 2023, o espaço fez oito tatuagens e juntou 300 quilos de ração. Na segunda (5 de novembro de 2023), onze e 340, respetivamente. Agora, mais do que o dobro. “Infelizmente, não conseguimos atender todos, já estava fora de horas quando ainda chegaram pessoas”, partilha, animado.

Ana e Ivan, porém, não fizeram tudo sozinhos. O casal contou com a ajuda de outros amigos tatuadores que também aceitaram o desafio e partilham da mesma paixão pelos animais. Juntos, fizeram a diferença e atingiram um número recorde de ajudas, além de ultrapassarem o valor sonhado pelos fundadores (500 quilos).

“É uma enorme alegria ver que, cada vez, somos mais a lutar pela mesma causa”, frisa. “Um imenso obrigado a todos que fizeram isso possível diretamente ou indiretamente”, escreveu no Instagram. O Piramid Tattoo Studio também agradeceu à PiT pela partilha.

O mais recente evento no estúdio recebeu clientes durante todo o dia, entre as 10 e as 19 horas. Para fazerem um pequeno desenho, palavra ou inicial em homenagem aos amigos de quatro horas, só precisavam fazer um donativo de 40€ ou o equivalente em ração para cães. O Canil da Aroeira, que é pela terceira vez ajudado pelo estúdio, é a casa de mais de 200 canídeos. 

A ideia de criar um evento solidário surgiu quando Guilherme, o filho de oito anos de Ivan e Ana, pediu um cão aos pais. Como ainda não têm condições de acolher um patudo em casa, decidiram ajudar aqueles que mais precisam.

De seguida, carregue na galeria para ver como correu a 3.ª edição e as duas passadas. 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT