Animais

Gata de 400 gramas é atirada de carro em estrada movimentada

A cria caiu no meio da rua e esteve perto de ser atropelada. Mas teve a sorte de se cruzar com um herói.

Joseph Logiudice está a receber uma chuva de elogios. O amante de animais não ficou indiferente quando presenciou um momento de partir o coração — uma gata que cabe numa mão a ser atirada para fora de um carro numa das ruas mais movimentados do Condado de Dutchess, em Nova Iorque, Estados Unidos.

Paradise, como foi batizada, pesa cerca de 400 gramas e durante vários minutos ficou no meio da estrada, em risco de ser atropelada. “Não tenho a certeza se ninguém percebeu ou simplesmente não se importou, mas não conseguiria viver a ver uma criatura tão pequena e indefesa ser atropelada”, disse Joseph num comunicado citado pela revista “People”. “Não foi uma decisão, apenas agi porque sabia que conseguiria ajudar”.

Sem pensar duas vezes, Joseph saiu do carro e correu em direção à felina, agarrou-a e colocou-a no seu carro. Mas quando fechou a porta do condutor e virou-se, não encontrou a pequenota. “Comecei a pensar que estava louco e tinha imaginado tudo aquilo”, confessou. Contudo, não demorou muito até perceber que a ágil filhote tinha se escondido no capô do carro.

Com medo de a magoar, decidiu conduzir até ao abrigo mais próximo e escolheu o Dutchess County SPCA (DCSPCA). “Decidi que seria a melhor opção porque talvez eles conseguiriam persuadi-la com comida e o meu carro não precisaria ser desmontado”, partilhou. “Coloquei a morada no meu GPS e parti”, recordou o homem que ficou conhecido como um herói.

Quando lá chegou, os voluntários demoraram cerca de meia hora até conseguir tirar a cria de lá de dentro. Quando finalmente a resgataram, descobriram que Paradise tinha cinco semanas e pesava pouco mais de 400 gramas. A filhote foi batizada em homenagem ao tema “Paradise by the Dashboard Light”, da estrela do rock dos anos 70 Meat Loaf (dashboard, em português, significa capô).

A guerreira de quatro patas vai ficar sob os cuidados da associação até aos dois meses e quando atingir, pelo menos, 900 gramas. Nesta altura, poderá ser adotada.

“Estamos muito gratos pelas ações rápidas de Joseph para salvar a Paradise”, frisou Lynne Meloccaro, a diretora executiva da DCSPCA. “É difícil imaginar algo mais assustador e perigoso para um gatinho do que ser atirado numa estrada movimentada. Graças a Joseph, a Paradise agora conhece o amor e a segurança que ela e todos os animais merecem”.

De seguida, carregue na galeria para conhecer o herói e outros animais ajudados pela DCSPCA.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT