Animais

Golfinho de 11 anos morre em hotel em Las Vegas. É a terceira morte desde abril

K2 vivia no Hotel Mirage, que oferece um espaço de atrações turísticas com os animais. A causa da morte é desconhecida.
K2 adorava brinquedos.

K2, um Golfinho-nariz-de-garrafa de 11 anos, morreu neste sábado no Mirage Secret Garden and Habitat, um espaço que promove atrações turísticas educativas  com os animais, localizado no Hotel Mirage, em Las Vegas, nos Estados Unidos. A notícia foi avançada no domingo à tarde pelo próprio hotel, através de um comunicado citado nesta terça-feira, 27 de setembro, pelo jornal britânico “The Guardian”.

“Todos estamos com o coração partido por esta perda trágica, especialmente nossas incríveis equipas de saúde e cuidado animal que amam e cuidam de nossos animais diariamente”, disse Franz Kallao, presidente do hotel. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas em declarações ao “Las Vegas Review-Journal”, um funcionário disse que K2 sofria de problemas respiratórios e esteve em tratamento nos últimos meses.

O mamífero, porém, não é a primeira morte registada pelo hotel este ano. No início do mês, Maverick, um golfinho de 19 anos, morreu após contrair uma infeção pulmonar. Já em abril, Bella, de 13 anos, não tinha resistido ao tratamento de uma gastroenterite.

De acordo com a Aliança de Parques e Aquários de Mamíferos Marinhos, uma organização internacional de acreditação para parques marinhos, aquários, jardins zoológicos e instalações de investigação, a expectativa de vida do Golfinho-nariz-de-garrafa é de cerca de 28 a 29 anos. No seu website, afirma que os golfinhos em aquários norte-americanos tendem a viver “tanto ou mais” do que os animais livres na natureza.

K2 nasceu no Secret Garden e era um dos animais mais conhecidos do espaço. “Muitas pessoas da nossa equipa estavam à beira da piscina no dia em que nossa matriarca, Duquesa, deu à luz. Eles viram com alívio quando K2 respirou pela primeira vez, viram-no crescer e aprender, de criança a adolescente e finalmente a adulto. K2 era muito vocal, enérgico, amava seus brinquedos e era uma alegria estar por perto. Ele sempre fez-nos sorrir”, acrescentou Kallao.

Como resultado da morte do mamífero, as atrações do Secret Garden com os animais estarão encerradas até 9 de outubro. “Nada é mais importante para nós do que a saúde, segurança e bem estar dos animais confiados aos nossos cuidados”, frisou o presidente.

O Mirage Secret Garden and Habitat é localizado dentro do Hotel Mirage e tem como objetivo “melhorar a compreensão e a apreciação dos hóspedes sobre os animais e os ambientes em que vivem” através de demonstrações do vínculo humano-animal com os treinadores que aproximam “animais e pessoas por meio de educação e pesquisas”.

A morte dos Golfinhos nariz-de-garrafa, porém, é um problema recorrente no país. Em fevereiro de 2019, quatro animais residentes de uma instalação aquática na cidade de Phoenix, no Arizona, foram transferidos para um novo lar, nas Caraíbas, após o espaço ter registado quatro mortes desde a sua abertura em 2016.

Já o SeaWorld, o grupo de parques aquáticos mais conhecido do país, já foi alvo de diversas petições a pedirem o seu encerramento. O espaço foi protagonista de polémicas que envolvem o tratamento dos animais e a morte de muito deles, como golfinhos, orcas e baleias.

Percorra a galeria para saber mais sobre o Mirage Secret Garden and Habitat.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->