Animais

Guiness encontra a gata viva mais velha do mundo. Flossie tem 26 anos e é saudável

Tem o equivalente a 120 anos humanos. Não tem qualquer doença grave, vive tranquila com a tutora e passa o dia a dormir.
Flossie já teve quatro tutores.

O ano de 2022 trouxe vários recordes para o reino animal. Depois da intensa luta entre os Chihuahuas mais velhos do mundo, Skipe e TobyKeith, chegou a hora dos felinos. Em outubro, o Guiness World Records encontrou Fenrir, o maior gato do mundo, e nesta quinta-feira, 24 de novembro, anunciou um novo recorde: Flossie, a gata viva mais velha do mundo, aos 26 anos.

De pelagem preta e castanha, Flossie tem uma história que remonta à década de 90. Para sermos mais exatos, dezembro de 1995, quando a felina foi adotada por uma funcionária no Hospital de Merseyside, em Inglaterra. Na altura vivia nas ruas numa colónia de gatos próxima ao espaço. Quando a sua ninhada foi descoberta, a equipa de funcionários resolveu adotar os pequenos.

Após viver os seus primeiros dias de vida como uma gata selvagem, Flossie ganhou uma família e muito amor. No entanto, após dez anos, a sua tutora morreu e a felina foi deixada para a sua irmã, que também acabou por morrer 14 anos depois. Nos três anos seguintes, viveu com o filho da sua antiga dona porém, após este enfrentar dificuldades e não conseguir oferecer os devidos cuidados a felina, doou-a a Cat’s Protection, uma associação de resgate e reabilitação de gatos no Reino Unido.

“Não foi uma decisão fácil”, disse ao Guiness Naomi Rosling da Cat’s Protection. “Ele procurou-nos quando viu que era o melhor para a Flossie. A posse responsável de um gato é quando alguém pensa nas necessidades do animal acima dos seus sentimentos”.

Já considerada uma gata sénior, Flossie não tinha grandes oportunidades de ser adotada. No entanto, aos 24 anos, a felina não estava pronta para desistir. Foi então que Vicki Green, a sua atual tutora, apareceu na sua vida. Vicki trabalha como assistente executiva e tem experiência em cuidar de gatos seniores. Quando estava a procura de mais um felino para oferecer um lar até os seus últimos dias de vida, deparou-se com a história de Flossie.

Apesar de a felina estar saudável, tem problemas de visão e audição e os seus primeiros dias na nova casa não foram fáceis. “Ela estava sempre a miar nas primeiras noites porque não conseguia ver no escuro e estava um pouco confusa no novo ambiente, mas agora ela dorme a noite toda, aconchegada na cama comigo”, partilha. “Ela é muito carinhosa, brincalhona e querida, especialmente quando lembramos quantos anos ela tem”.

Tem o equivalente a 120 anos humanos

Flossie tem 26 anos e 329 dias, de acordo com os registos veterinários verificados pelo Guiness. Em breve, completa 27 anos e fica a pouco mais de uma década de Creame Puff, a gata considerada a mais velha do mundo, que viveu até aos 38 anos e morreu em agosto de 2005.

Com a nova tutora, Flossie não precisa se preocupar. A dona está sempre pronta para ajudar a felina a ultrapassar as dificuldades do dia a dia. “Ela às vezes falha a caixa de areia e precisa de ajuda a tomar banho, mas consigo auxiliá-la em tudo isso. Estamos juntas até o fim”, frisa. Antes de Flossie, Vicki foi tutora de Honeybun, um gato que viveu até os 21 anos e ensinou-a a cuidar dos patudos seniores.

Percorra a galeria para conhecer a nova recordista mundial.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->