Animais

Homem ou urso? Visitantes acreditam que animal em exposição seja pessoa disfarçada

Um video do mamífero tornou-se recentemente viral e tem atraído a atenção de milhões de pessoas. O zoológico já respondeu.
Foto: Zoo de Hangzhou.

O jardim zoológico de Hangzhou, na província de Zhejiang, na China, está a dar o que falar nas redes sociais. Nos últimos dias, o parque atraiu dezenas de novos visitantes após um vídeo do seu Urso-malaio se ter tornado viral. O motivo? Há quem acredite que o animal não passe de uma pessoa mascarada.

Depois das polémicas, o jardim zoológico respondeu, garantindo que o mamífero é real, tem quatro anos e chama-se Angela. “Sou Angela, um Urso-malaio. Ontem, depois do trabalho, recebi uma chamada do diretor do zoo a perguntar se eu estava a ser preguiçosa e se tinha faltado ao trabalho hoje e encontrado um humano para ocupar o meu lugar”, lê-se no comunicado partilhado pelo espaço.

O vídeo partilhado na plataforma chinesa Weibo mostrava Angela em pé, a acenar para os visitantes. Além disso, um dos motivos pelo qual os admiradores acreditavam que Angela fosse um pessoa foi a sua altura minúscula, comparada a outros da espécie. O zoo frisou que os visitantes “não compreendem” os Ursos-malaios e explicou que a espécie é considerada a menor de todas as existentes. “Deixem-me frisar a todos que sou um Urso-malaio. Não um urso preto ou um cão, um Urso-malaio”, referiu.

“Quando se trata de ursos, a primeira coisa que vem à mente é uma figura enorme e uma força incrível. Mas nem todos os ursos são enormes e perigosos. O nosso Urso-malaio é pequeno, o menor do mundo”, acrescentou.

Além de conseguir ficar em pé como um humano, o zoo partilhou outras características da espécie. “A nossa língua é uma das mais longas da família dos ursos, com até 30 centímetros de comprimento”, partilhou. “O nosso olfato é muito sensível, mais de 100 vezes mais forte do que o dos humanos, e podemos ladrar como os cães. Também não hibernamos porque a nossa cidade natal fica numa área tropical quente”.

Os Ursos-malaios estão classificados como “espécie vulnerável” na lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). A principal ameaça para a espécie é a perda de habitat no sudeste asiático e estima-se que a população global tenha diminuído mais de 30 por cento nos últimos 30 anos.

Por outro lado, não seria a primeira vez que os jardins zoológicos chineses mentissem sobre os seus animais. Em 2013, num parque na província central de Henan, os funcionários tentaram fazer passar um cão da raça Mastim Tibetano por um leão. Os visitantes ficaram surpreendidos quando o “felino” começou a ladrar.

Carregue na galeria para conhecer Angela, a ursa que se parece com um humano.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT