Animais

Imagens raras: Nasceu a primeira tartaruga gigante das Galápagos albina

Apesar de ter eclodido a 1 de maio, foi a 3 de junho que fez a sua primeira aparição ao público do Tropiquarium de Servion.
Apesar de ser gigante, nasce pequenina.

No dia 11 de fevereiro, a mãe tartaruga pôs cinco ovos, e a 1 de maio nasceram duas novas criaturinhas. Só por si, o acontecimento já é raro, uma vez que a tartaruga gigante das Galápagos (Chelonoidis nigra) tem uma taxa de sucesso de nascimento de dois e três por cento, dada a sua condição de gigantismo.

“Aproximadamente um caso por cada 100 mil indivíduos”, diz Thomas Morel, membro da equipa do Tropiquarium de Servion, explicando a raridade do acontecimento e afirmando que se sente muito especial por ter podido observá-lo em primeira mão.

As tartarugas em questão podem alcançar os 400 quilogramas, mas quando nascem rondam as 50 gramas. E esta é a primeira tartaruga gigante das Galápagos albina alguma vez observada tanto em cativeiro, como na natureza.

O Tropiquarium é um zoo que está localizado em Servion, na Suiça, e que protege animais de espécies exóticas em risco de extinção, como o dragão de Komodo, o crocodilo siamês, o pinguim africano ou a tartaruga gigante das Galápagos.

As crias nasceram sob o programa de conservação EAZA Ex situ (EEP). O seu sexo ainda está por identificar e o nome por definir.

Carregue na galeria para ver a tartaruga gigante das Galápagos albina.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->