Animais

IRA chega ao Porto no próximo fim de semana e já esteve a treinar os recrutas

Grupo de resgate já avançou com testes de aptidão física na Invicta. E nos dias 5 e 6 de novembro inaugura o núcleo do Porto.
Capacidades físicas em ação.

O grupo IRA – Intervenção e Resgate Animal já tem data para a abertura da sua delegação distrital no Porto: a chegada oficial à Invicta acontece já no próximo fim de semana.

Nos dias 5 e 6 de novembro será a inauguração, que incluirá uma visita guiada pelos quatro pisos das instalações.

“Podem marcar já na vossa agenda! Não só vamos estar a distribuir gratuitamente ração para cão e gato a pessoas em insuficiência económica e cuidadores de colónias/matilhas, como os primeiros 50 clientes terão direito a uma oferta IRA. Os patudos também terão direito a gulosices de oferta”, informou a organização de deteção, planeamento, resgate, reabilitação, adoção e intervenção em cenários de emergência.

Os patudos também podem entrar. “Pedimos apenas que adotem um comportamento adequado à presença de outros animais e pessoas”, apela o IRA.

Neste dia, refere o grupo, “faremos também a apresentação da logística de resgate (veículos, fardamento, material de captura e resgate) e daremos as boas-vindas aos elementos que constituirão as futuras equipas de resgate após aproveitamento nas provas de admissão. Esperamos por vós e pelos vossos patudos num fim de semana que prometemos ser em grande”.

Testes de aptidão física no Porto

No passado sábado, 29 de outubro, o IRA esteve no Porto a testar as capacidades físicas dos seus recrutas no Porto. E correu bem.

“Conhecemos pessoas determinadas, focadas e, acima de tudo, dispostas a elevarem um bocadinho mais os seus limites físicos se a vida de um animal depender disso. Aquilo que vos apresentamos, nobre povo do Norte, são os vossos futuros potenciais elementos do IRA na vertente de resgate animal e, após conclusão com aproveitamento nas próximas formações, na vertente de intervenção em cenários de catástrofe e emergência”, diz o grupo numa publicação com um vídeo onde se podem ver alguns dos momentos das provas de aptidão física.

A organização, criada em 2016 e formalmente constituída em 2018, remata o post com “um grande agradecimento aos @bvportuenses por cederem a sua casa-escola e instalações ao IRA”.

Antes do vídeo, tinha já sido publicada uma foto com a seguinte legenda: “Estamos a encharcá-los, estamos a cansá-los e estamos a quebrá-los. Mas eles estão motivados, estão empenhados e estão focados. Eles sabem que os animais precisam deles!”.

A despedida do Sentinela

O IRA fez também uma publicação no domingo a dar conta de que o veículo Sentinela “já se instalou na sua nova casa, a sede distrital do IRA Porto, depois de ontem ter conhecido e assistido às provas de aptidão física dos seus novos elementos e tripulantes. Lisboa agradece-te e orgulha-se”.

“Já alguma vez se perguntaram porque é que o nosso Sentinela (Nissan Navara) diz Unidade Especial de Resgate e as restantes viaturas não? Em primeiro lugar, pelas valências dos elementos que tripulam o Sentinela.  Seja na capacidade médico-veterinária, seja no know-how, seja nas competências para resgates imprevistos. Mas a principal característica que identifica o nosso Sentinela como Unidade Especial de Resgate é a logística que transporta consigo”, explicou o grupo no ano passado.

Agora, ao levá-lo para o Porto, a organização fez-lhe um post de despedida: “Com a sua brutalidade de potência, puxou atrelados e salvou cavalos. Com a sua agilidade, carregou a sua tripulação e todo o material até onde éramos precisos. Com a sua coragem, ultrapassou caminhos engolidos pelas chamas sem nunca pestanejar. Com a sua versatilidade carregou bodes, cães, gatos, patos. Esteve presente sempre que precisámos”.

E prossegue: “Hoje o IRA Lisboa despede-se do Sentinela, para que ele possa cumprir a sua missão em terras do Norte, com um inequívoco aplauso de agradecimento e orgulho. Que a tua bravura perdure e seja igualmente abraçada por quem mais de ti necessita, agora no distrito do Porto. Voltaremos a estar reunidos quando Portugal precisar de todos nós, em simultâneo. Vai, Vê e Vence”.

Ambulância Animal está pronta

O grupo de resgate, que no início deste ano avançou que estava a concluir o projeto de design da futura Ambulância Animal, já divulgou entretanto que o veículo está pronto.

O socorro animal vai ser feito por esta ambulância, “preparada e com tripulantes dos Bombeiros Voluntários de Camarate formados para socorro animal. Será um serviço que estará disponível 24h por dia, 365 dias por ano, no município de Loures durante a fase de testes. Aguardamos agora pela reunião com a Câmara Municipal de Loures para fechar o protocolo e implementar este serviço. Se tudo correr bem, faremos o mesmo nos restantes municípios do país”, revelou a 18 de outubro.

Este projeto nasce da parceria entre o IRA e os Bombeiros Voluntários de Camarate, “criando assim uma resposta de emergência no município de Loures, nos resgates do IRA e teatro de operações em cenários de emergência, catástrofe ou calamidade”, referiu recentemente a organização.

Mas as novidades do IRA não se ficam por aqui. O seu autocarro Hércules também está a ser transformado em Hospital Veterinário Móvel e Posto de Comando para situações de emergência, calamidade e catástrofes”, anunciou o IRA.

Percorra a galeria para ver imagens do IRA em ação e de algumas das suas valências.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT