Animais

Japonês que gastou fortuna para ‘ser’ um cão tem dificuldades na nova vida

Toko-san tem tido dias difíceis na pele de um Collie. Até subir para o sofá é complicado.
Adaptação não está a ser fácil.

O homem que gastou mais de 14 mil euros para se tornar um Collie não tem tido uma vida fácil. Toko-san, recorde-se, decidiu abandonar a sua vida de humano, vestiu a pele da sua raça canina preferida e em abril anunciou ao mundo o seu “novo eu”.

Acontece que as coisas mais simples do dia a dia de um ser humano não são simples para Toko-san. Um exemplo é o do sofá.

No canal do YouTube que Toko-san criou a 12 de abril, que conta com já com 8,13 milhões de subscritores e que se chama “I want to be na animal”, o japonês vai continuando a partilhar os seus dias com novos vídeos.

Num desses vídeos, tenta subir para o sofá mas mostra grandes dificuldades. Depois de tentar de várias formas, ao minuto 1:33 lá consegue, mas vê-se que está numa posição desconfortável. Surge depois já em cima do sofá com mais segurança, sendo de imaginar que terá sido ajudado pela pessoa que faz as filmagens.

Nos comentários ao vídeo muitos seguidores deixaram sugestões para Toko-san contorne este problema, como por exemplo comprando um sofá maior.

Recorde-se que quando anunciou que tinha decidido deixar de ser humano e tornar-se um Collie, Toko-san disse ter realizado um sonho que tinha desde pequeno. Para o concretizar, gastou dois milhões de ienes – o equivalente a 14.380 euros, à taxa de câmbio atual.

A encomenda foi feita à empresa nipónica Zeppet, que cria efeitos de make-up, esculturas e fantasias para anúncios de TV, filmes e parques de diversões. Ao fim de 40 dias de trabalho, o fato ficou pronto.

O homem escolheu ser um Rough Collie porque diz que o pelo longo disfarça melhor a sua figura humana. Além disso, é uma das suas raças preferidas.

Percorra a galeria para ver o Collie Toko-san, que tanto tem dado que falar.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->