Animais

O angustiante momento em que um polícia enfrenta chamas para salvar cão acorrentado

A família já havia conseguido sair e o agente estava disposto a resgatar o patudo. A sua bodycam filmou todo o processo.
Já está seguro.

Quando um incêndio deflagrou numa casa em Arum, na Califórnia, Estados Unidos, todos conseguiram sair a tempo de uma tragédia ainda maior acontecer. Ou melhor, quase todos. Ao chegar no local, o polícia Adam Calderon foi informado que o cão da família estava acorrentado na parte de trás da residência, e as chamas estavam perto de consumir toda a propriedade. Ainda assim, não estava pronto para desistir.

Adam correu pelo jardim da casa vizinha e no meio do fumo, saltou uma cerca de cerca de dois metros, segundo contou o Departamento de Polícia de Arvin em comunicado. Do outro lado, encontrou o patudo que já estava “visivelmente abalado”. Porém, o polícia ainda tinha um desafio pela frente: libertá-lo. E não foi fácil.

Depois de várias tentativas sem sucesso, Adam protegeu o companheiro com uma pedra de cimento e correu pelo jardim da casa ao lado para tentar encontrar alguma ferramenta que o ajudasse. Lá, encontrou um corta-sebes e utilizou da própria força para resgatar o cão. “Por favor, vamos lá”, implorou enquanto tentava cortar a corrente de ferro.

“As minhas costas já estavam a arder, não estava a conseguir. Sempre que conseguia abrigá-lo, as minhas costas queimavam e a certa altura pensei que ia ter de desistir”, contou à Fox News. Mas não foi esse o caso. Nos últimos momentos, conseguiu libertar o patudo e os dois correram para longe das chamas. “Está quente, não está? Eu disse que poderia confiar em mim. Vamos, vou levar-te até ao teu dono”, disse ao patudo depois de parar por um momento para respirar.

Todo o resgate foi filmado pela bodycam de Adam e partilhado pelo Departamento de Arvin. O polícia está a ser considerado um herói e foi elogiado pelos colegas de trabalho. “Ele salvou a vida daquele cão”, frisou o comissário Alex Ghazalpour.

Depois do resgate, o cão foi devolvido à família. E Adam deixou uma mensagem: “Espero que isso motive as pessoas a fazerem a coisa certa na hora certa. Não trabalhamos como policias apenas para levar pessoas más para a cadeia ou parecermos fixe a carregar uma arma e a conduzir rápido. Fazemos isso para fazer a coisa certa no momento certo e espero que todos os agentes consigam pôr um animal à frente da própria vida, tal como poríamos outras pessoas à frente da nossa”, sublinhou.

Carregue na galeria para conhecer Riona, a cadela que foi incendiada pelo próprio dono e teve agora um final feliz.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT