Animais

O destino fintou o cão Gaspar. Mas Catarina mantém-no vivo com um laço indestrutível

Sem dinheiro para pagar os tratamentos do animal, a jovem de 22 anos criou uma marca de acessórios para honrar o seu patudo.
Os laços são o artigo mais especial para a fundadora.

Gaspar não teve uma vida fácil. Em 2019, foi atropelado numa autoestrada. No momento certo, por ironia do destino. Catarina Oliveira, uma pet lover de 22 anos, passava de carro nesse preciso momento. Parou o automóvel, socorreu o cão e tomou a decisão que a sua consciência impôs: adotou-o.

Uma vida feliz e um ano depois, o destino voltou a enfrentar Gaspar. Foram-lhe descobertos vários tumores nos pulmões e o patudo acabou por morrer. O amor, esse, não. De lá para cá, a sua tutora homenageia-o todos os dias com a marca de acessórios Gaspi Handmade.

“Já tinha gastado todo o dinheiro que estava guardado para a minha faculdade em medicação e exames para o Gaspar e não me restava nem mais um cêntimo”, conta à PiT a fundadora da marca. Catarina Oliveira fez de tudo para que o seu companheiro de quatro patas continuasse a “vida fantástica” que estava a ter e chegou, inclusivamente, a pedir ajuda online.

Foi através das redes sociais que muitas pessoas chegaram até Gaspar e decidiram doar dinheiro de forma a demonstrarem o seu apoio. A tutora não conseguia colocar em palavras o quão agradecida estava por toda a ajuda, por isso decidiu demonstrá-lo através do tecido, fazendo laços à mão para os animais.

Não se sabe se foi pelos padrões, pelo formato dos laços ou pelo quão adoráveis ficavam os patudos, mas os laços fizeram um grande sucesso e apareceram logo interessados em comprar os acessórios. “Deram ao Gaspar apenas três meses e felizmente ele durou oito. Continuei com a loja para continuar a pagar os seus tratamentos durante esses meses e, mesmo depois de ele falecer, decidi que queria fazer disto a minha vida”, explica a fundadora.

A loja Gaspi Handmade homenageia não só Gaspar, como um dos seus outros cães, Hatchi, e produz os famosos laços, coleiras e peitorais, assim como bandanas e até meias de Natal bastante originais. E o melhor é que há dezenas de padrões por onde escolher, desde flores, a limões, abelhas, sushi e ainda filmes de sucesso, como Star Wars, Harry Potter, Parque Jurássico, entre outros.

@gaspi.handmade00 Harry Potter pet bandana!❤️ Extra cute order!!😍Follow Gaspi.Handmade for more!🥰 #handmade #pet #sewingtiktok #sewing ♬ som original – Gaspi.Handmade

Os produtos estão disponíveis em quatro tamanhos, do XS ao L, sendo que os laços normais podem ir dos 6€ aos 9€. Já aqueles em formato borboleta e de flor aumentam um euro em cada tamanho.

As coleiras têm ainda um tamanho adicional, o XL, e as normais custam entre 9€ e 16€. Além destas, pode fazer uma para o gato (8€) ou optar por aquelas com uma largura de quatro centímetros, tendo um preço entre os 16€ e os 20€. Também há poopbags (12€) e trelas, com um comprimento entre 1,30 m (12€) e 1,50m (16€).

Apesar de a Gaspi Handmade ainda não ser rentável o suficiente para ser a principal ocupação profissional de Catarina Oliveira, a fundadora pretende viver só da loja e que esta seja um nome conceituado no mercado animal, para que “as pessoas que pensam em comprar acessórios já saibam a quem recorrer”, conta.

Sendo “mãe” de diversos animais, dos quais dois cães, duas gatas, esquilos e um porquinho da Índia, também pretende apoiar aqueles que não têm ninguém para cuidar deles: “Quero poder ajudar mais animais de rua com o dinheiro que ganhar, assim como muita gente me ajudou quando eu precisei”, partilha

Pode fazer a sua encomenda em qualquer canto da União Europeia, através do Instagram da Gaspi Handmade. 

Carregue na galeria para saber quais os produtos da Gaspi Handmade e para ver a satisfação de alguns dos seus clientes.

 

 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->