Animais

O paraíso dos animais na Colômbia é gerido por um português

O Santuário Animal Namigni, situado perto de Bogotá, abriga mais de 300 animais de quinta.
Vida de liberdade.

Nas montanhas de La Calera, a 30 minutos da capital colombiana, um empresário português criou o Santuário Animal Namigni, que dá abrigo a mais de 300 animais de várias espécies.

Muitos deles resgatados de matadouros e de quintas onde eram criados para abate, outros resgatados de maus tratos ou da morte certa por falta de cuidados veterinários, todos estes animais vivem hoje uma vida livre e feliz. Entre eles há touros, bezerros, cavalos, mulas, burros, cabras, ovelhas, porcos, galinhas e muito mais.

O espaço foi criado pelo lisboeta Miguel Aparício e pela sua mulher colombiana, Nani Ramírez, e em menos de três anos transformou-se num vasto santuário de animais de quinta — que o próprio diz ser o maior da América Latina.

Tudo começou com a pandemia. O casal andava a ajudar cães e gatos de rua e, sendo veganos, não conseguiram ignorar os animais de outras espécies que viam à espera da sua viagem para o matadouro. Foram começando a resgatar um a um e atualmente são mais de 300. Sem contar com os patudos que também ali encontraram o seu éden.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Santuario Animal Namigni (@santuarioanimalnamigni)

O empresário português, que reside há oito anos na Colômbia, tem criado outros ângulos de mudanças positivas para os animais. “A quinta de 55 hectares onde o santuário está situado foi uma quinta leiteira por 30 anos. Foi possível trabalhar com os anteriores produtores pecuários para que, através de uma aliança construtiva, pudéssemos acabar com a exploração dos animais e convertê-la num santuário de proteção animal que será financiado com um projeto de ecoturismo”, explica Miguel Aparício.

“Já ajudámos a fechar outras unidades pecuárias usando a mesma abordagem e levaremos este projeto a Portugal e outros países europeus”, afirma o fundador do Santuário Animal Namigni. 

Nos seus planos está também a criação de um santuário para os mais de 100 hipopótamos que deambulam pela Colômbia, um surpreendente legado do narcotraficante Pablo Escobar.

O Santuário Animal Namigni está presente no Instagram e o empresário português está agora a apostar na sua internacionalização para que os efeitos do seu trabalho cheguem a mais animais noutras partes do mundo.

Percorra a galeria para conhecer melhor este santuário e os animais que ali vivem.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->