Animais

Quem resiste a este urso a dormir no gelo? Veja as incríveis fotos da vida selvagem

O público de todo o mundo votou nas 25 fotos finalistas do concurso. São todas incríveis — em que imagem votaria?
É deslumbrante.

O público escolheu e já não há volta a dar. Um urso polar a dormir pacificamente num iceberg foi a imagem vencedora do People’s Award do “Wildlife Photographer of the Year 2023”, anunciada esta quarta-feira, 7 de fevereiro. A fotografia foi retratada pela fotógrafa amadora Nima Sarikhani, natural de Inglaterra, e contou com mais de 75 mil votos.

“Esta fotografia despertou fortes emoções em muitos daqueles que a viram. Embora as alterações climáticas sejam o maior desafio que enfrentamos, espero que esta imagem também inspire esperança; ainda há tempo para consertar os problemas que causámos“, frisou Douglas Gurr, diretor do Museu de História Natural de Londres, que promove a competição anualmente.

A fotógrafa inglesa estava numa expedição de três dias num navio ao largo do arquipélago norueguês de Svalbard quando avistou o gigante. “A imagem comovente e deslumbrante de Nima permite-nos ver a beleza e a fragilidade do nosso planeta”, acrescentou Douglas.

A votação chegou ao fim a 31 de janeiro, às 14 horas. Foi feita online através do site da competição e todas as 25 fotografias finalistas ficarão em exposição no museu londrino até 30 de junho de 2024. Os bilhetes para ver as imagens selecionadas estão disponível das 10 horas às 16h30 e a partir de 17,49€. Garante também acesso às outras instalações do espaço.

Anualmente, o “Wildlife Photographer of the Year” escolhe um vencedor eleito pelo júri da competição entre outubro e novembro. Depois, promove o People’s Award, em que, como o nome explica, permite que um segundo vencedor seja escolhido, mas desta vez pelo público.

Em outubro passado, o fotógrafo Laurent Ballesta levou o melhor prémio da competição para casa com a fotografia “The Golden Horseshoe”. Esta mostra um Caranguejo-ferradura a mover-se lentamente sobre a lama, em busca de comida. A acompanhá-lo, vemos três filhotes de Peixe-rei dourado à espera dos restos comestíveis que o crustáceo irá deixar pelo caminho.

Na edição de 2022, foi o alemão Sascha Fonseca que venceu o prémio escolhido pelo público, com uma imagem rara de um Leopardo-das-neves. Na altura, a PiT conversou com o profissional para descobrir como surgiu a paixão pelos grandes felinos.

A seguir, carregue na galeria para ver as restantes imagens finalistas.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT