Animais

Skippy e Tilly G. Este cão apaixonou-se por uma… tartaruga gigante

Todos os dias almoçam e brincam juntos no jardim. O filhote adora trazer brinquedos e gravetos para Tilly G, e o réptil adora.
Foram ambos resgatados.

Um rápido, outro devagar. No começo, é difícil acompanhar, mas para a tartaruga Tilly G e o cão Skippy, não há problema. Tilly G chegou primeiro à família que, na altura, contava com dois gatos e um cão (todos resgatados). Poucos meses depois, foi a vez de Skippy. Hoje, a dupla que vive nos Estados Unidos conquista o mundo com este amor improvável.

A tartaruga foi adotada na associação Humane Society após ter sido encontrada doente e com a carapaça partida. Ainda pequena, rapidamente se acostumou com a nova casa e o seu recinto favorito: o jardim. Quando Tilly G já estava mais crescido, Skippy, ainda bebé, integrou a família. Nos primeiros dias, o filhote ficava dentro de casa a conhecer os “manos” de quatro patas. Até que chegou a hora de conhecer o irmão réptil.

“Desde que adotamos Tilly G, ele sempre esteve rodeado de cães mas nunca esteve próximo da energia de um filhote”, contou a tutora ao The Dodo. “Então, na primeira apresentação, nós pensávamos que ia ser algo rápido. Mas Skippy aproximou-se de Tilly G e deu-lhe um beijinho. A partir daí, eles instantaneamente criaram um laço”. 

Desde então, todos os dias o cão e a tartaruga começaram a ter encontros marcados no jardim. E agora, são inseparáveis. “Skippy quer sempre fazer o que o Tilly G está a fazer. Se Tilly G está a comer uma flor de hibisco, então é isso que Skippy quer comer também”, partilha. E o cão não esconde a alegria quando vê o “irmão”. A felicidade é tanta que ao invés de abanar só o rabo, o pequeno começa a “dançar” com o corpo todo.

Os opostos atraem-se

Já dizia o famoso lema com base na química. Alguns acreditam, e outros não. Mas após assistir aos vídeos de Skippy e Tilly G, é difícil não ficar a pensar na resposta. “Eles são completamente o oposto um do outro. Skippy acorda e já quer brincar e pular em todo o mundo, e Tilly G demora horas para acordar. Eles são opostos mas não interessa porque eles simplesmente se amam”, realça a tutora da dupla.

Skippy também parece não se importar com as diferenças que tem com o réptil. Seja brinquedos, gravetos ou comida, está sempre a levá-los para Tilly G. Mesmo com a tartaruga a não mostrar o mínimo interesse nas prendas, o cão não desiste. Desde o primeiro dia de amizade, a tutora diz que Tilly G nunca foi agressivo ou escondeu-se na carapaça na presença do cão. Pelo contrário, adora seguí-lo para onde quer que ele vá.

“Acho que Tilly G adora a energia de Skippy”, confessa. Todas as manhãs quando acorda, é recebido por lambidelas no rosto e “festas” que Skippy dá gentilmente com as patas. Em todos os vídeos partilhados no Instagram e TikTok, a tartaruga nunca parece se importar com o amor excessivo do cão.

Hoje, a família está a crescer cada vez mais. Além de Skippy e Tilly G, há os gatos Bindi e Gracie e os cães Sparkydoodle, Pippi e Stevie Boi. Os dois últimos são a mais recente adição ao grupo. A tutora estava a planear adotar apenas mais um patudo e interessou-se por Pippi. Contudo, descobriu que desde que nasceu, a cadela era melhor amiga de Stevie, um cão cego, e não conseguiu separar a dupla.

Os sete animais vivem em harmonia na casa com os tutores e todos os dias fazem o que mais gostam: piqueniques e brincadeiras no jardim.

Percorra a galeria para conhecer a família.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->