Família

As Casas de Taipa mostram-lhe como é a vida de campo no Algarve

Desde 2020 em Lagoa, as Casas mostram grande preocupação com o ambiente e com o seu bem-estar, tanto no Verão, como no Inverno.
Os animais são bem-vindos, claro. E não pagam mais.

O Algarve está associado a praia, mas não precisa de assim ser. As preocupações logísticas de ir para a praia com animais nem sempre são condizentes com o ambiente de descanso que está associado às férias. Mas existem opções em que esse desassossego não é necessário.

As Casas de Taipa, localizadas no Vale del Rei, em Lagoa, são um exemplo ideal. O terreno rural de cinco hectares apresenta as condições ideias para se abstrair das inquietações do dia-a-dia. Há uma piscina para cada uma das casas, tal como muito espaço para tomar banhos de sol e por onde o seu patudo pode correr.

Durante o verão, as figueiras estão a rebentar de figos, com que se pode deliciar. Além disso, as casas estão muito próximas das praias da Marinha, Albandeira, Benagil, caso queira passar por lá enquanto estiver hospedado. 

O preço da estadia nas Casas varia de acordo com os dias e com a altura em que planeia visitá-las. O tempo mínimo de estadia são dois dias e, a partir dos sete o valor a pagar não é mais alterado. Na época baixa, os custos começam nos 75€, na média nos 90€ e na alta nos 115€. O seu melhor amigo é mais que bem-vindo e não paga mais.

“Tínhamos uma cadela e sempre que viajávamos queríamos levá-la, mas não era fácil encontrar sítios onde pudesse ficar, portanto fez sentido para nós abrirmos o espaço assim”, explica à PiT Júlio de Jesus, proprietário das casas.

A propriedade possui duas habitações, a Casa Nova e a Casa Antiga. “A casa inicialmente era uma herança. É mais que centenária. E a ideia era recuperá-la. Ao fazê-lo, conseguimos ter duas unidades de alojamento autónomas”, conta o proprietário, que fez questão de se manter fiel aos alicerces que ali existiam. “A casa que ali existia era construída com terra e o procedimento do entaipamento é o que mais se aproxima da forma como as habitações eram construídas nessa altura”, acrescenta.

A casa apenas foi possível construir no verão precisamente por isso, uma vez que o sol e o calor desempenham um papel muito importante no processo. “São colocados painéis de madeira paralelos e no meio deles põe-se areia. Depois, bate-se neles para a acalcar e o sol seca-a”, explica Júlio. Este procedimento é repetido até que se obter a espessura desejada.

A Casa Nova foi construída de raiz, mas o procedimento foi o mesmo, sendo que em vez de ter as antigas ruínas como estrutura, possui uma em betão. As duas possuem cozinhas extremamente bem equipadas, um tanque individual que serve de piscina e um tanque próprio. Não há televisão porque o objetivo é servirem de retiro de relaxamento, mas possuem Internet e há jogos de tabuleiros, cartas e livros para se entreter.

O fator sustentabilidade é muito importante para as Casas de Taipa. “Temos um sistema de aproveitamento de água da chuva. Já existe há muito tempo, uma vez que a casa é no campo e até recentemente não havia água potável que lá chegasse” diz Júlio. E acrescenta: “Queremos colocar, até ao fim do ano, painéis fotovoltaicos e fichas elétricas para carregar os carros. Queremos ser auto-sustentáveis no que toca à energia elétrica”.

“Para o inverno temos salamandras nas casas. Nas quais usamos lenha das podas das árvores da propriedade”, conta o proprietário, salientando que as casas foram construídas também a pensar nas épocas menos quentes, como o outono ou o inverno. “Temos painéis para o aquecimento de águas sanitárias e possuímos um piso radiante que, com o chão de tijoleira, mantém uma temperatura mais agradável no interior da casa”.

Percorra a galeria para conhecer melhor os alojamentos.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Casas de Taipa, Vale Del Rei
    8400-421 Lagoa
PREÇO
A partir de 75€.
TIPO
Hotéis pet friendly

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT