Família

Bárbara Tinoco adota gata. Chama-se Masha e junta-se a outros três lá em casa

A cantora e o companheiro gostam muito de felinos. Depois de Rue, Al Berto e Luigi Pirandello, há um novo miau na família.
Bárbara e Masha.

Bárbara Tinoco é uma reconhecida artista do panorama musical português e também uma grande amante de gatos – bem como o seu companheiro, Fedor Bivol. O casal já partilha a vida com três gatos, mas agora chegou mais uma amiga miau à família: chama-se Masha e foi apresentada pela cantora na sexta-feira, 17 de maio.

“Masha, este é o Instagram. Instagram, esta é a Masha”, escreveu Bárbara numa publicação naquela rede social, com uma série de cinco fotos onde surge com Feodor e com a gatinha ao colo.

A publicação conta com milhares de likes e as reações não se fizeram esperar. “Cada uma mais gata que a outra”, comentou o seu companheiro. “Nossa senhora Deus pai. Linda de morrer. (A gata também é gira)”, escreveu, por seu lado, Carolina Deslandes, que protagoniza com Bárbara o projeto “A madrugada que eu esperava” – com um álbum onde se juntaram outros artistas, e com um musical que esteve em cena, em Lisboa, em fevereiro, março e abril, e que estará no Porto nos dias 30 e 31 de maio.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Bárbara Tinoco (@tinoco.barbara)


Bárbara, atualmente com 25 anos, tornou-se conhecida do público em 2018, quando participou no concurso de talentos “The Voice Portugal”, da RTP – e apesar de não ter sido selecionada, teve a oportunidade de apresentar um tema original (“Antes d’ela dizer que sim”) composto aos 16 anos, que viralizou e se tornou no seu single de estreia em 2019. A partir daí, tem sido sempre a somar sucessos.

Em 2021, Bárbara Tinoco lançou os primeiros registos discográficos alargados: “Desalinhados”, um EP de colaborações com outros artistas, e o seu álbum de estreia, “Bárbara”. Em 2023 chegou a vez de um novo trabalho, o álbum “Bichinho”, apresentado a 21 de abril. E os seus gatos foram uma inspiração.

Numa entrevista dada à Lusa, a cantora explicou que tinha decidido chamar “Bichinho” ao novo álbum por ter sido esse o nome que deu aos três gatos que adotou quando se separou e por ser também esse o nome pelo qual começou a tratar Fedor Bivol quando começaram a viver juntos.

“Quando me separei do meu ex-namorado adotei três gatos, os tais bichinhos, e depois conheci o Feodor, meu atual namorado, a quem também, quase sem dar por isso comecei também a chamar de Bichinho”, afirmou numa outra em entrevista, dada à “Máxima”. “A primeira canção que fizemos juntos chama-se também Bichinho e senti por isso que era a palavra que melhor unia os dois universos do disco”, explicou.

10 temas originais em “Bichinho”

Este álbum – com o qual Bárbara está de novo em digressão – conta com 10 temas originais, incluindo o single “Chamada não Atendida” – que fala sobre uma relação tóxica e que admite ter escrito quando estava zangada. Já o tema “Despedida de solteira”, disse à “Máxima”, “é a música que faz a transição entre dois períodos bastantes distintos da minha vida, da passagem de uma relação tóxica para a pessoa maravilhosa com quem estou agora”.

Os três gatos da cantora surgem em muitas das suas publicações no Instagram e, claro, todos eles ganharam nomes. “A Rue, o Al Berto e o Luigi Pirandello são os meus gatinhos fofos”, diz.

Na capa de “Bichinho”, quase todo composto com Feodor e onde faz novas explorações sónicas, Bárbara Tinoco surge rodeada de gatos – não são os seus, mas não poderiam faltar para ilustrar o seu “mundo encantado dos bichinhos”. Percorra a galeria para ver a artista e o namorado com os companheiros de quatro patas da casa – aos quais se junta agora Masha.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT