Família

Bolt vai oferecer 150€ em viagens para o pet mais fotogénico de Portugal

O mais recente passatempo incentiva à publicação de fotografias adoráveis ou engraçadas de qualquer animal de companhia.
Já pode participar.

Andar de carro é um dos passatempos favoritos de alguns animais, mas a verdade é que nem todos os tutores têm a oportunidade e a facilidade de os levarem para um passeio deste género ou simplesmente um mais distante da sua zona de residência. Há plataformas de mobilidade urbana que resolvem estes problemas, mas há quem prefira poupar. Foi precisamente por isso que a Bolt Portugal preparou um passatempo especial para as famílias.

Até dia 6 de maio, pode participar do mais recente giveaway sem sair de casa e sem precisar de fazer muito. Basta procurar uma fotografia do pet (seja um cão, gato, coelho, pássaro, réptil, etc) entre as milhares que provavelmente tem no telemóvel e partilhar no Instagram — no feed ou nas stories. É preciso estar a seguir a página da Bolt, marcá-la na publicação e adicionar a hashtag “BoltPet” à descrição.

A foto mais fofa ou engraçada vai ganhar uma caixa de transporte e 150€ em crédito para usar na categoria Bolt Pet disponível na aplicação. A segunda melhor imagem, também terá direito a uma caixa de transporte e a 50€ de crédito. Por fim, o terceiro pet vencedor vai receber 50€ para usar na mesma categoria. Caso tenha um perfil privado, a empresa pede que envie um print screen da participação através de mensagem privada.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Bolt Portugal (@bolt_portugal)

A Bolt chegou a Portugal em 2018 e, quatro anos mais tarde,  em 2022, lançou a categoria Pet. Até a data, os tutores de animais de companhia no País já fizerem mais de 600 mil quilómetros acompanhados dos seus patudos. Segundo a empresa, a Bolt Pet apresentou um crescimento anual de 90 por cento.

Para viajar com um animal de companhia em qualquer categoria da aplicação, é preciso carregá-lo numa transportadora. Caso não tenha uma ou prefira viajar com o pet ao colo ou no chão da viatura, é necessário pedir um BoltPet, caso contrário, “fica ao critério do motorista decidir se aceita ou não a viagem”, avança a empresa.

De seguida, carregue na galeria para recordar a história de Tomi e Pili, dois cães resgatados “contratados” por uma empresa para aumentar as vendas dos carros.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT