Família

Estes jovens criaram um projeto de fotografia e vídeo inspirado nas suas huskies

Eventos culturais, retratos de família com animais de estimação ou concertos são alguns dos trabalhos do Woowo Studio.
As huskies siberianas são a inspiração do projeto.

A fotografia e o vídeo são duas formas diferentes de captar momentos e cada uma é especial à sua maneira. Hoje em dia qualquer um de nós tira fotografias ou faz vídeos com boa resolução com os nossos smartphones para captar uma paisagem ou um retrato e guardarmos para sempre. No entanto, há pessoas que o fazem de uma forma muito mais profissional, dando outra beleza ao que queremos eternizar.

Nídia Ideias, 23 anos e Francisco Barradas, 20 anos, ambos de Setúbal, criaram o Woowo Studio, um projeto de fotografia e vídeo, sendo que a parte fotográfica está a cargo de Nídia, e as filmagens com Francisco. “A fotografia sempre esteve presente na minha vida. É uma daquelas paixões que não nos recordamos quando começou, mas que sabemos que queremos aprofundar mais tarde”, conta Nídia. Já Francisco Barradas revela que “o vídeo é mais dinâmico e consegue mostrar mais” a forma como vê as coisas.

Antes de darem início a este projeto, Nídia e Francisco começaram, por brincadeira, a fotografar uma das grandes paixões que partilham: as suas duas huskies siberianas, Aslaug e Maeve. Criaram uma página no Instagram e um canal no YouTube, juntando assim as fotografias e o vídeo. No entanto quiseram ir mais além e, em abril de 2022, lançaram o Woowo Studio. O nome do projeto faz referência às cadelas que, segundo os responsáveis, são muito faladoras e é o som que emitem quando falam.

Apesar de ainda estarem a explorar o tipo de situações ou público que gostam e querem fotografar, têm vindo a aceitar várias propostas. Inicialmente pensaram em dedicar-se apenas a fotografar e filmar concertos, tendo este sido um dos primeiros trabalhos que fizeram na cidade. No entanto, foram solicitados para uma exposição canina em Badajoz, Espanha, e depois disso ainda cobriram o Dia Cultural da Hungria, na Casa da Baía, em Setúbal.

“Estamos a abranger algumas áreas até nos decidirmos no que nos queremos focar”, confessam. Ainda assim, também fazem sessões individuais ou retratos de família e, de preferência, com os animais de estimação, uma vez que adoram estar em contacto com os patudos. No caso dos vídeos, já têm feito videoclips, embora ainda não tenham sido lançados. Além disso, também cobrem concertos, DJ sets ou vídeos promocionais, tendo até feito um a anunciar um canil. Apesar de o negócio ser recente, têm tido várias propostas para casamentos e batizados.

Embora estejam ainda a explorar as áreas que mais gostam de fotografar, ambos têm desafios que gostavam de concretizar. No caso de Francisco, tem o desejo fazer uma curta-metragem sobre a sustentabilidade. “Adorava fazer uma curta-metragem ou um pequeno vídeo sobre o meio ambiente e de ir a outros países da Europa para mostrar o que está a acontecer ao planeta”, confessa.

Já Nídia gostava de um dia poder fotografar festivais e mais concertos, mas o que a fascina mesmo é fotografar cães. “Há formas de fotografar os cães. Ter a capacidade de tirar aquela fotografia que capta o brilho no olhar deles, em que conseguimos lê-los e perceber a sua expressão e sentimentos, fascina-me imenso”, revela.

Os packs de fotografias variam entre os 37€ e os 110€, dependendo sempre da quantidade e da forma como o cliente as pretende: impressas, em álbum ou por email. No que diz respeito aos vídeos, também depende da situação, mas variam entre os 120€ e os 200€. “As pessoas às vezes consideram os preços exorbitantes, mas há todo um trabalho de edição por detrás, o desgaste do material, o transporte. A parte do ‘click’ é só 20 por cento do nosso trabalho”, sublinha Francisco Barradas.

Pode entrar em contacto com a Woowo Studio através da página do Instagram, do Facebook ou do email thewoowostudio@nullgmail.com.

Carregue na galeria para ver alguns dos trabalhos fotográficos realizados por Nídia e Francisco.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->