Família

Gata abandonada num saco do IKEA em Cascais já pode ser adotada

Diva foi deixada com um bilhete em fevereiro. Já foi esterilizada e vacinada — agora só precisa de uma nova família.
Terá cerca de seis anos.

Três meses depois de um dos momentos mais traumáticos da sua vida, Diva está preparada para ter um recomeço. Abandonada dentro de um saco do IKEA com um bilhete escrito à mão pelos antigos responsáveis, a felina está finalmente pronta para seguir para uma nova família e deixar o trauma para trás.

Na altura, apesar de tudo indicar que estava bem de saúde, Diva estava em choque e não estava esterilizada, nem vacinada e não tinha microchip. Nos últimos meses, a Gatos do Jardim (GJ), uma associação em São Pedro do Estoril, no concelho de Cascais, tem feito tudo o que faltava para a patuda ter um final feliz. Agora, só falta encontrar alguém que a acolha.

“Quando a Diva foi abandonada nos GJ num saco do IKEA com uma carta ridícula dos ex-donos a tentarem lavar as mãos desta atrocidade, toda a gente a queria adotar”, recorda a associação. “Mas a Diva não estava esterilizada, nem vacinada e estava petrificada, portanto, demorou para ficar saudável”, partilha.

Hoje, já de mala feita, não tem qualquer candidatura. A única exigência da associação é que Diva seja filha única, porque “não sabe lidar com outros animais”.

A gata, que terá cerca de seis anos, foi deixada a 3 de fevereiro numa transportadora dentro de um saco do IKEA, nas traseiras da Gatos do Jardim. Inês Neuparth, fundadora da associação, disse então à PiT que ficou “destroçada” assim que percebeu que dentro do saco, no meio da rua, havia um ser vivo.

“O pânico e a tristeza eram tal que ela estava como pedra”, contou-nos. Mas o que realmente chocou a protetora, de 60 anos, foi o bilhete que encontrou junto com os pertences da felina. Num papel A4, a antiga família contou uma parte da história de Diva. O que terá motivado o abandono foi o facto do seu antigo tutor ter ficado doente e ter desenvolvido alergias ao pelo da gata.

No dia em que foi salva, ficou completamente imóvel. “Não se mexeu até a noite quando saiu da transportadora”, recordou. Inês partilhou que a gata ficou “pelo menos duas horas” sozinha antes de ser encontrada por um estafeta que alertou a associação.

Caso tenha interesse em adotá-la, basta preencher este formulário. Para ajudar Diva e outros animais na mesma situação, pode enviar ajudas para a Associação Gatos do Jardim através do IBAN (PT50 0033 0000 45496308089 05), MbWay (936216522) ou paypal (gatosdojardim@nullgmail.com).

De seguida, carregue na galeria para recordar a história da felina.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT