Família

Meteorologista é arrastada por cão a meio de um direto… outra vez

"Não acredito que isto voltou a acontecer", disse Carol Kirkwood, repórter da BBC, recordando o momento que decorreu em 2021.
Veja o vídeo.

“Já tenho uma história com cães…”. Talvez muitos não se lembrassem, mas Carol Kirkwood, 61 anos, fez questão de recordar que já tinha um passado “traumático” com patudos. E não precisou de terminar a frase para o fazer.

A meteorologista do canal britânico BBC estava a meio de um direto para o segmento BBC Breakfast, na passada terça-feira, 4 de julho, quando o cão a arrastou para fora das luzes das câmaras. A repórter estava em Wimbledon, cidade na capital de Inglaterra, a fazer um relatório do tempo, quando o animal a abordou.

“Ele é perfeito”, começou por dizer, acariciando-lhe a barriga, ao que os pivôs em estúdio concordaram, afirmando que era “bonito”. Contudo, quando o cão se levantou, Carol viu a situação a sair do seu controlo.

Numa questão de segundos, a meteorologista foi arrastada pelo chão, para fora da câmara. Quando finalmente conseguiu equilibrar-se, respondeu aos pivôs, que perguntavam constantemente se ela estava bem, e não conteve as gargalhadas: “Não acredito que isto voltou a acontecer. Chelsea Flower Show não pode estar a repetir-se”, lamentou a repórter no meio dos risos.

O vídeo começou logo a circular nas redes sociais e não demorou até que ficasse viral. Principalmente porque os mais atentos foram buscar o momento que teve lugar em setembro de 2021, quando Carol estava em direto a dar festas a um aprendiz de cão-guia, e acabou por ser puxada por ele, até só se verem as suas pernas no ecrã. Veja o momento aqui.

Apesar de adorar dar mimos a cães, a repórter é assumidamente uma pessoa de gatos, e talvez seja por isso que os outros lhe pregam tantas rasteiras. Carol costumava partilhar diversas fotografias do seu gato Donald, que morreu em 2020, com 20 anos.

Na altura, a jornalista da BBC escreveu que a sua partida “não parecia real”: “Ele era a minha alegria e eu amava-o incondicionalmente. Sinto falta da sua companhia, afeto e personalidade traquina. Ele viverá para sempre no meu coração partido”.

Donald nunca entrou num dos diretos da sua dona, mas houve uma gata que teve essa oportunidade. E não arrastou Carol para fora do ecrã. Em vez disso, Grumpy Cat, que ganhou o primeiro prémio do Internet Cat Video Festival, ficou serena o tempo todo que esteve ao seu colo.

Carregue na galeria para ver algumas fotografias de Carol com animais.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT