Família

Prestes a dar à luz, cadela é abandonada. Hoje, mãe e filhos têm onde passar o Natal

Amber foi encontrada num parque coberta de sangue. As oito crias acabaram por nascer com saúde, e todos encontraram uma família.
Amber ficou meses à procura de um lar.

Amber foi deixada ao relento com o encargo de dar à luz as oito crias que carregava no ventre. Foi encontrada esfomeada e coberta de sangue. Meses depois, os nove cães têm todos um lar para esperar pelos biscoitos deixados pelo Pai Natal.

Em março deste ano, Elly Griffith, 38 anos, estava a passear num parque na cidade de High Wycombe, no condado de Buckinghamshire, no Reino Unido, quando se deparou com uma cadela deitada no relvado. Vendo o seu focinho ensanguentado, aproximou-se e só aí percebeu que estava grávida.

“Ela estava coberta de pele em muito mau estado. Estava grávida, mas muito magra”, disse. Amber, de quatro anos, estava com sarna sarcóptica, uma doença parasitária que provoca muita comichão.

A cidadã britânica levou-a ao veterinário, e depois recebeu-a em casa, até a entregar no abrigo animal “Blue Cross”. Aí, a Golden Retriever foi submetida a uma cesariana, onde deu à luz oito crias saudáveis.

Como Amber estava num estado de saúde muito debilitado, não conseguiu alimentar todos os seus cães. Desta forma, 25 funcionários do abrigo certificaram-se de que os oito cachorros comiam de três em três horas.

O abrigo acredita que a cadela era usada para criação da raça Golden Retriever, mas acabou por ser abandonada quando os donos perceberam que ela precisaria de cuidados veterinários.

Amber foi submetida a cesariana e deu à luz oito crias.

Theodore, Cider, Dougal, Kasper, Winnie, Hollie, Sasha e Bailey acabaram por crescer saudáveis e cada um deles foi adotado. No entanto, durante meses, Amber viu os seus filhos a ir embora, sem um lar que lhe fosse destinado.

Foi então que a sua guardiã se chegou à frente. “Nós temos filhos, por isso queríamos ter a certeza de que a Amber tinha um bom feitio antes de a levarmos para casa”, desabafou Elly Griffith.

A família de Elly tinha acabado de perder um Golden Retriever e estava à procura de uma companhia para o seu outro cão, Stanley: “Quando eu e os meus dois filhos a fomos visitar, apaixonámo-nos logo por ela. É tão calma, doce e relaxada”, garantiu.

Ainda que Elly achasse que Amber pudesse estar mais retraída devido ao trauma vivido, surpreendeu-se quando viu uma cadela muito afável e muito sociável: “Ela ainda confia em pessoas, e é tão fofa e recebeu-nos logo. Adora o jardim e dar passeios pela floresta”.

A cidadã britânica sente-se sortuda pela chegada de Amber se aproximar de uma época festiva, e promete “mimá-la no Natal”: “Os miúdos adoram-na e amam brincar com ela no jardim. Estamos muito entusiasmados pelo primeiro Natal dela connosco”.

Carregue na galeria para ver algumas fotografias de Amber com a sua nova família.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->