Família

Quer ganhar um extra de 450€ por mês? Este site procura pet sitters

Os meses de verão são os mais movimentados. Lisboa, Porto e Setúbal são os distritos com mais procura.
O pet sitting é cada vez mais procurado.

A Fixando — aplicação que liga clientes a especialistas em mais de 1.200 categorias de serviços — lançou uma campanha online, a decorrer durante a primeira quinzena de agosto, para colmatar as dificuldades dos donos em encontrar um local para deixar os seus animais de estimação durante o período de férias.

A campanha tem como objetivo angariar pessoas disponíveis para prestar serviços na área do pet sitting.

A procura por serviços de pet sitting cresceu 52 por cento em junho e 40 por cento em julho, face aos meses anteriores, e mais de 80% dos donos de animais ficaram sem resposta, revela a análise da Fixando ao setor, que identificou Lisboa (28 por cento), Porto (18 por cento) e Setúbal (12 por cento) como os distritos do país com mais pedidos.

Segundo Alice Nunes, diretora de novos negócios da plataforma, estes serviços sempre foram muito procurados durante as férias de verão, mas, com a pandemia e a explosão de adoção de animais de estimação, a procura atingiu níveis nunca antes vistos, o que se traduz numa excelente oportunidade de negócio.

“Atualmente, temos mais de 2.500 pedidos mensais nesta área e um valor potencial de mercado, só no mês de julho, a atingir os 225.000€. Uma pessoa que passeie ou tome conta de animais menos de uma hora por dia consegue ganhar um extra de cerca de 450€ por mês”, explica Alice Nunes em comunicado.

Durante os primeiros 15 dias de agosto, a Fixando está assim a agilizar o registo na plataforma a todos os interessados em prestar serviços de pet sitting. Adicionalmente, todos os prestadores de serviços nesta área terão acesso a uma proposta gratuita diária, para que possam entrar em contacto com clientes imediatamente.

“A campanha assenta na consciencialização para as necessidades dos donos de animais e para o risco acrescido de abandono durante os meses de verão, mas também para o potencial financeiro deste mercado, uma vez que requer um investimento pequeno, quer monetário, quer de tempo”, refere o comunicado.

“Este é um mercado em que qualquer pessoa com um pouco de disponibilidade e que goste de animais pode entrar. Com 30 minutos do seu tempo, uma pessoa pode alimentar e passear um animal na sua área de residência. Está a ganhar dinheiro com isso e está a ajudar um animal de estimação e os seus donos”, destaca Alice Nunes.

A Fixando prevê angariar mais de 1.000 pet sitters em todo o país até ao final de verão e assim conseguir dar resposta aos clientes que procuram quem tome conta dos seus animais. Se entrar no website para procurar um pet sitter, encontrará um breve questionário onde lhe perguntam quais os serviços que procura: dar comida e água; mudar a alcofa ou cama; passear o animal; exercício para os animais; fazer companhia; dar medicação; ou banho e escovagem.

No mercado nacional desde 2017, através do seu website e aplicação, a Fixando encontra quem resolva os nossos problemas. Com mais de 50.000 especialistas, pequenas empresas e freelancers, é premiada há cinco anos consecutivos com o prémio Cinco Estrelas na categoria “Plataforma Online de Contratação de Serviços”.

Percorra a galeria para saber mais sobre como funciona o pet sitting.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->