Família

Quinta das Escomoeiras, o projeto pessoal que agora é turismo rural

Turismo em Arnoia desde 2010, produz vinho, compotas e ervas selvagens com certificação biológica, apreciados pelo mundo.
O enoturismo está escondido no pequeno paraíso que é a Serra do Alvão.

A zona do Parque Natural da Serra do Alvão é uma das regiões do nosso país onde se pode encontrar a natureza no seu estado mais puro, quase intacta. E foi exatamente por isso que Fernando Fernandes, proprietário da Quinta das Escomoeiras decidiu adquirir a propriedade que começou como projeto pessoal e agora é muito mais que isso.

“Sou de Matosinhos, mas tenho um grande amigo que se mudou para esta zona há muito tempo. De cada vez que o vinha visitar, ia me apaixonando mais pela região até que comecei a pensar seriamente que seria interessante ter algo meu aqui” conta à PiT Fernando. “Quando decidi levar a minha ideia para a frente comecei a vir explorar a zona mais vezes e inquiria as pessoas que conhecia sobre alguma propriedade que tinha ouvido dize estar à venda, às vezes nem sequer era verdade, mas assim tive o primeiro contacto com a Quinta”, acrescenta.

Isto sucedeu-se em 1994, quando as duas casas da Quinta das Escomoeiras estavam em ruínas, e foram sendo arranjadas e melhoradas desde então. Uma remodelação aqui, uma alteração ali, foi-se desbastando a floresta, construiu-se uma piscina, criou-se uma marca e um projeto de fim de vida nasceu. Até que em 2010 abriu como turismo rural.

“Eu sempre gostei de animais. Neste momento não tenho nenhum porque ando sempre de um lado para o outro e não tenho condições para tal, mas no passado tive. Tanto cães, como gatos. Sei que há pessoas que também gostam e querem levá-los consigo onde vão, por isso não vi qualquer razão para não permitir isso aqui”, explica Fernando, que pede apenas que use o bom senso e tenha atenção aos outros hóspedes da Quinta.

Os animais não pagam nada e, se pedir, o turismo rural tem tigelas à sua disposição para a água e para a ração.

A Quinta das Escomoeiras é composta por duas casas, nas quais estão à disposição três tipos de quarto: sete duplos ou twin, um com varanda e uma suíte. Todos eles com nomes originais relacionados com animais.

“Na minha vida profissional viajava muito e durante 20 e poucos anos ia a londres pelo menos uma vez por ano. Certo dia passeava por lá e, numa daquelas lojas de souvenires, vi umas placas com nomes de pubs conhecidos em Inglaterra com certos animais incorporados. Estava na fase de acabamentos da parte do turismo rural da Quinta e pensei que poderia ser interessante usar essas placas para nomear os quartos”, explica o proprietário. Passe pela galeria do artigo para os conhecer melhor.

A estadia, na época baixa, de outubro a abril, está disponível a partir dos 95€ por noite e na alta dos 110€, mas se reservar diretamente no website da Quinta das Escomoeiras tem direito a um desconto.

O pequeno-almoço está incluído e é composto por vários produtos da horta biológica e dos animais da Quinta.

No período em que a propriedade esteve a ser preparada, Vítor encontrou uma pequena vinha onde começou a produzir o próprio vinho. Esta continua de pé, mas era pequena e já existe outra complementar. Também foi construída uma adega com todo o equipamento necessário para a produção de vinho.

“A atividade principal é o turismo rural, mas também temos enoturismo. Além disso produzimos compotas e descobri que nascem aqui certos tipos de ervas selvagens, como é o caso dos orégãos. Temos um estatuto de certificação biológica desde 2015, mas cá ainda não existe muita sensibilidade para essa questão da sustentabilidade e de produção biológica”, conta o proprietário à PiT. “Mas cerca de 80 por cento da minha clientela são estrangeiros do norte da Europa, dos Estados Unidos da América e do Canadá, e eles apreciam isso”, acrescenta.

Perto da Quinta das Escomoeiras pode encontrar o antigo caminho de ferro do rio Tâmega e seguindo-o, tanto a pé, como de bicicleta, ficará a conhecer paisagens incríveis que Trás-os-Montes tem para lhe mostrar. Além disso, tem disponíveis canoas para explorar o rio, provas de vinhos ou trilhos para passear com o seu patudo. Para quem gosta de coisas que envolvam mais adrenalina, existe a opção de fazer rafting no rio Tâmega e parapente na Senhora da Graça, no Parque Natural do Alvão.

Percorra a galeria para ficar a conhecer melhor a Quinta das Escomoeiras.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Quinta das Escomoeiras
    4890-055 Celorico de Basto
PREÇO
A partir de 95€.
TIPO
Hotéis pet friendly

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->