Família

Rita Marrafa de Carvalho: “As pessoas preferem um cão de raça a um rafeiro”

A jornalista da RTP, atualmente em reportagem na Ucrânia, foi a convidada do quarto episódio do podcast PiT Stop.
Rita Marrafa de Carvalho é conhecida pelas suas opiniões bem vincadas.

Quase a chegar aos 45 anos, a jornalista Rita Marrafa de Carvalho não tem papas na língua. E são frequentes as polémicas a que não vira a cara nas redes sociais. Como ela própria diz, sempre foi muito “opinadeira”. E é por isso que não hesita em criticar a “ditadura da imagem” que privilegia a compra de cães de raça em detrimento dos “animais adoráveis que estão nas instituições à espera de uma família”.

“São cães que não têm pedigree, não têm raça e isso deveria ser o menos importante. Mas continua a haver muito esse estigma: um rafeiro é um animal menor. Isso vem muito ao encontro do mundo moderno da imagem e das redes sociais: as pessoas adoram exibir o que têm. Se tiverem um animal, querem muito exibir um animal que se enquadre no parâmetro que os outros vão reconhecer”, afirmou a jornalista no quarto episódio do programa PiT Stop, que semanalmente a PiT transmite na NiTfm, e que fica depois disponível em podcast.

Rira Marrada de Carvalho sublinha que “é muito engraçado ter um Golden Retriever, ter um Labrador, ter um, Buldogue Francês.” “É legítimo, nada contra. Mas se o intuito é ter um cão de raça para poder mostrar, é a razão mais errada de todas”, sublinha, enfatizando que “um animal não é um brinquedo, não pode ser visto como um brinquedo”.

A profissional da RTP, que tem em casa um coelho anão, o Fred, que faz as delícias dos dois filhos, diz-se “chocada” quando vê a falta de humanidade na forma como muita gente trata os animais.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Rita Marrafa de Carvalho (@a_marrafa)

“Se há casos de pessoas que fazem devoluções de crianças que adotam, quanto mais com animais…” “A mim choca-me o facto de as pessoas saberem cada vez menos o conceito de compromisso. Não estão preparadas para isso e,  mais grave, a sua ligação emocional não existe. E isso é muito preocupante”.

Pode ouvir a entrevista na íntegra. no podcast.

Percorra a galeria e conheça melhor o animal de estimação de Rita Marrafa de Carvalho.

 

 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->