Família

Suites com TV, jardins e praia exclusiva. O seu cão vai querer ficar neste hotel

No Algarve, perto de Portimão, o Hotel do Cão é a solução ideal para quem vai de férias e quer ter o patudo por perto.
A praia artificial é uma das atrações.

Vai de férias para o Algarve? Leve o seu patudo consigo e deixe-o neste verdadeiro resort para os nossos amigos de quatro patas. Situado na Quinta Vale da Marinha, entre Portimão e Monchique, o Hotel do Cão promete mudar a forma como vê os hotéis caninos.

As boxes, ou melhor, as suites climatizadas, são individuais e de 10m2 com zona interior e exterior. A todos os animais que as utilizem, é garantida observação constante do estado de saúde, videovigilância 24h e monitorização noturna. Acrescentando a isto, as boxes são todas insonorizadas, evitando que os cães comecem a ladrar por ouvir o vizinho do lado a ladrar, criando uma enorme confusão de latidos, como é comum em canis ou outros hotéis. Isto ajuda bastante a manter controlados os níveis de stress dos patudos.

Os hóspedes têm também direito a passeios diários pelos 30 mil m2 de relva, divididos em sete parques vedados. Sendo o Algarve um paraíso de praia e sol, não podia faltar um sítio para o seu patudo se refrescar. Com a nova praia artificial, nos jardins do hotel, mergulhos e banhos de sol não vão faltar.

O Hotel, com capacidade para 150 animais tem também serviços de estética e beleza, treino e dog-walking ao domicílio.

A estadia básica diária tem o custo de 19€, no entanto, é possível fazer o upgrade para as instalações de qualidade superior, onde o seu amigo ficará hospedado num verdadeiro quarto de hotel de 5 estrelas. Com direito a acesso direto a um jardim, cama king size e até televisão, as “Dog Homes” têm o custo de 26€ e têm o propósito de reproduzir ao máximo o conforto que o seu patudo teria em casa, minimizando qualquer stress ou ansiedade por separação que possa surgir.

Foi nestes moldes que o Hotel do Cão foi criado, na tentativa de reproduzir as comodidades e o tratamento que os cães têm em casa. Desde hábitos alimentares, de passeio, de saúde e tudo o que possa fazer parte da rotina a que está habituado é fielmente replicado pelos tratadores.

Miguel Maia Costa, proprietário e diretor-executivo do Hotel do Cão, afirma à PiT que são os pormenores que fazem deste projeto um sucesso: “Procurámos humanizar o hotel, porque cada vez mais as pessoas vêm os seus animais como membros da família”, afirma, acrescentando que ali “o objetivo é tornar a experiência o mais agradável possível para os animais”.

Os pormenores das camas ou sofás fazem-nos sentir mais em casa, assim como as televisões, a que muitos cães estão habituados. Optando por boxes mais básicas, pedimos sempre para trazer a cama do cão ou uma manta para que se sinta o mais confortável e em casa possível”, sublinha o empresário.

De centro de equitação ao maior hotel canino da Europa

Este lisboeta, que se mudou para o Algarve há 30 anos, e engenheiro agrónomo de profissão, abriu em 2013 aquele que considera um dos projetos mais gratificantes da sua vida: “ Tinha a quinta desde que me mudei para cá e para além de a utilizar como centro de equitação, fazia criação de Pastores Alemães para trabalho. Certo dia, um amigo desafiou-me a utilizar as maternidades usadas para a criação como espaços para hospedar cães.” A procura foi imediata “e assim nasceu o hotel”.

O negócio rapidamente evoluiu e as oito boxes iniciais foram crescendo até aos números de hoje. Nem sempre é fácil gerir um número tão grande de animais, até porque “o hotel chega a ter 2000 cães diferentes por mês”. “Pelo Hotel do Cão já passaram muitos, muitos milhares de cães”.

Com uma equipa fixa de 15 trabalhadores, que operam todo o ano, o alojamento, que cresce em ocupação durante o verão, vê o seu staff de reforço chegar aos 50 colaboradores. “Temos procura todo o ano, mas a época alta turística é muito forte porque as pessoas vêm de férias para o Algarve, às vezes ficam alojados em sítios que não permitem animais e assim eles estão perto dos tutores, podem ser vistos a qualquer momento. É mais fácil para todos”, conta.

Se este é o padrão, não é o único motivo. “Somos, muitas das vezes, a resposta para situações delicadas, desde cães penhorados, cães de pessoas que faleceram, pessoas internadas, famílias com bebés prematuros.” Mas não só: “Somos também procurados por pessoas que querem vir passear os cães, porque aqui, até os cães que têm hábito de tentar fugir, podem correr à vontade. Os jardins são grandes e todos vedados.”

Aqui (também) há gato

Se a sua praia são os felinos, não se preocupe, os 40 mil metros quadrados da Quinta Vale da Marinha têm também o Hotel do Gato. Aqui poderá deixar o seu gato em suites com plataformas diversas, esconderijos, uma janela com exposição solar, ar-condicionado e aquecedor (como eles tanto gostam), um solário exterior e música ambiente. A estadia diária fica por 14€.

Tanto no caso dos cães, como dos gatos, existe redução no valor diário no caso de estadias longas ou quando é mais que um animal na mesma box, o que só acontece com animais do mesmo dono.

Percorra a galeria e conheça as instalações do Hotel e alguns dos seus hóspedes.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Vale da Rainha Estrada de Monchique
    8500-827 Portimão
  • HORÁRIO
  • Segunda-feira a Domingo: das 9h30 às 18h
TIPO
Hotéis para animais

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->