Saúde

Romeu perdeu 500 gramas em oito meses. Não se ria, fazem toda a diferença

O Grupo Hospital do Gato tem um programa nutricional que acompanha felinos com excesso de peso.
Gatos com excesso de peso correm maiores riscos de saúde.

Romeu foi adotado durante a pandemia e com apenas um ano e dois meses estava, claramente, com excesso de peso. “Era um gato com poucos estímulos, que comia deitado, e que começou a engordar muito, principalmente, após a castração. Sempre que vinha às consultas, o seu peso tinha aumentado”, recorda Mónica Santos, enfermeira veterinária do Hospital do Gato.

No final de julho de 2021, quando foi à primeira consulta de nutrição, Romeu pesava 7,87 quilos. Oito meses passados, a 9 de abril, pesa 7,3 quilos. Ou seja, perdeu pouco mais de 500 gramas e isso é uma “grande vitória” e está a fazer toda a diferença na saúde e na qualidade de vida de Romeu.

Romeu é um dos muitos gatos que participa no programa nutricional do Hospital do Gato, que acompanha felinos com excesso de peso e consiste num plano de alimentação e de exercício físico adequado a cada animal e inclui visitas regulares ao hospital para pesagem.

Para que um plano de perda de peso seja bem-sucedido, importa, não só, adaptar a alimentação, mas também, ensinar o gato a comer. “Os gatos são caçadores e na natureza têm que se esforçar para obter alimentos. Nas nossas casas, a comida está sempre à disposição e eles não têm que se esforçar para a obter: é a combinação perfeita para o aumento de peso.”

Mónica Santos sublinha a importância de os gatos terem sempre comida à disposição. “Os gatos não podem fazer refeições controladas pelos tutores.” A diferença está no acesso à comida. Esta deve estar em comedouros interativos, que obrigam os gatos a esforçar-se por a obter. “Este estímulo é bom, não só, em termos físicos, mas também mentais.”

Importa ainda referir que gatos com excesso de peso têm um elevado risco de desenvolver problemas de saúde como diabetes, problemas urinários, agravamento de problemas articulares, alterações hepáticas e problemas respiratórios.

Percorra a galeria e conheça algumas técnicas para evitar o excesso de peso do seu gato.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT