Saúde

Pare de atirar bolas de ténis ao seu cão. É a saúde dele que está em perigo

A maioria dos cães gosta de correr atrás de bolas e as de ténis são aquelas que muitos tutores usam. Mas há contraindicações.
O asfixiamento é um dos perigos.

Muitos tutores com cães que gostam de correr atrás de bolas usam as de ténis para proporcionar momentos de diversão e de exercício físico aos patudos. Porém, este não é o brinquedo mais aconselhado para o efeito. Há no mercado outras opções não nocivas para o mesmo fim.

A prática do “fetching”, que é como quem diz atirar uma bola para o cão ir buscar, deve ser feita com acessórios próprios. Apesar da sua textura leve e de um diâmetro que serve a maioria dos animais, as bolas de ténis podem representar um perigo para os pets.

Um deles — e o mais comum — é o cão ingerir partes desse objeto. Aliás, eles costumem gostar de os mordiscar — até os destruírem por completo — e é nesse processo que muitas vezes acabam por engolir pedaços. São estes que podem bloquear os intestinos. Nestes casos, a solução passa, também muitas vezes, pela cirurgia de remoção.

Um outro perigo é a asfixia. A mandíbula de um cão, seja ele de que porte for, tem força suficiente para apertar uma bola e, com isto, reduzi-la a metade do seu tamanho. Com a excitação, o animal pode deixar que ela entre demasiado na sua boca e asfixiá-lo.

Portanto, se o seu animal gosta mesmo de correr atrás de bolas, o melhor é comprar uma que seja apropriada. Carregue na galeria e veja alguns exemplos que pode adquirir na Loja do Cão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT