Saúde

Pets podem estimular capacidades mentais e combater perda de memória

Cães, gatos, coelhos, hamsters, pássaros, peixes e répteis. Todos ajudam a lutar contra o envelhecimento.
O estudo prova que os animais de companhia atrasam problemas de envelhecimento.

Existe já muita literatura e estudos científicos sobre os benefícios, para a saúde, de se ter um animal de companhia. Ajudam a combater a depressão e a obesidade, por exemplo, sendo também excelentes aliados a detetar precocemente alguns problemas de saúde. E uma nova investigação, levada a cabo nos Estados Unidos, revela que a companhia de um pet a longo prazo está associada a menores níveis de perda de memória e de declínio da capacidade cognitiva, nas pessoas com mais de 50 anos, face a quem não possui um animal de estimação.

O estudo, cujas conclusões foram apresentadas na 74.ª reunião anual da Academia Americana de Neurologia, em Seattle, sublinha que ter um pet se revelou especialmente benéfico a trabalhar a memória verbal, como a memorização de listas de palavras.

A investigação envolveu mais de 1.300 adultos, acima dos 50 anos, sendo que 53% tinham um animal de companhia. E não falamos apenas de cães e gatos — os participantes tinham também coelhos, hamsters, pássaros, peixes e répteis.

Este foi o primeiro estudo a ter em conta o efeito, sobre a saúde cognitiva, da duração da companhia de um animal. E a conclusão foi que ter um pet durante cinco anos ou mais produzia os maiores benefícios, atrasando o declínio cognitivo em 1,2 pontos durante os seis anos de realização do estudo — isto em comparação com pessoas sem animais de estimação.

Há estudos que demonstram os efeitos negativos que o stress tem na saúde mental, especialmente no que diz respeito ao stress crónico, pelo que a companhia de um animal é benéfica — e quanto mais tempo, melhor.

Nesta investigação, os cientistas norte-americanos também constataram que as pessoas que tinham pets eram mais propensas a uma tensão arterial mais baixa.

Percorra a galeria para saber mais sobre os benefícios de ter um cão, por exemplo, como animal de companhia e membro da família.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT