Saúde

Socialização. 13 creches de Norte a Sul para melhorar a saúde emocional do seu cão

Uma creche é muito mais do que um lugar onde deixar o cão. Os veterinários aconselham: é importante que eles cresçam ativos.
Contacto com outros cães é salutar.

As creches caninas vieram para ficar. São cada vez mais os tutores de cães, a recorrer a estes serviços. Ou pelo facto de ficarem muitas horas fora de casa, ou porque precisam quando se ausentam por alguns dias, o que é certo é que o mercado pet está cada vez mais ativo e com mais propostas na área da socialização e no acolhimento de patudos.

As creches trazem “muitas vantagens”, afiança João Reis, médico veterinário do Hospital Alma Veterinária, e especialista em comportamento animal. “Com o regresso ao trabalho presencial, os passeios começam a ser mais escassos e a creche pode trazer um desgaste físico que os cães precisam”, reconhece João Reis à PiT. E todos sabemos o quanto eles precisam de gastar energias e de fazer exercício para se manterem saudáveis física e mentalmente.

Estes equipamentos oferecem também “um papel importante na socialização”, aponta o especialista em comportamento animal. “Tendo em conta que o período de socialização – o período em que os cachorros tomam perceção dos estímulos novos, mais facilmente, como positivos ou neutros – é muito curto, indo apenas até às 12 semanas, é importante fazer esse trabalho mais tarde”.

E as creches dão uma ajuda: “são espaços amplos, com jardim e campo, onde eles se sentem bem, podem correr e brincar à vontade, sendo mais fácil os contactos com os outros cães”, sublinha João Reis.

“Com estes dias intensos, tornam-se animais mais serenos e respeitadores no dia a dia, quer nos períodos em casa, até mesmo sozinhos e nos passeios, e nomeadamente nos contactos com novos elementos, sejam cães ou pessoas”, explica o médico veterinário.

E o que deve ser tido em conta na hora de se decidir por uma creche? Há alguns aspetos importantes que não devem ser esquecidos. “Na escolha da creche, deve ter-se em conta o espaço, que deve ser amplo e com zonas verdes”, aconselha João Reis. Mas há mais. As creches também “devem apresentar elementos – quer da organização, quer dos cães que a frequentam – respeitadores das necessidades de todos os animais”, frisa.

Além disso, “muitos tutores procuram ainda o apoio no transporte de casa para a creche e vice-versa”, salienta João Reis. Se esse for o seu caso, tenha em atenção a este pormenor quando está a escolher a creche do seu patudo.

A PiT selecionou 13 creches para si. Percorra a galeria para conhecer equipamentos de Norte a Sul do País.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA PiT

-->